sexta-feira, 22 de setembro de 2017

OPINIÃO | Receita... | MARGARIDA VERÍSSIMO

Coloco vários cubos de gelo no copo largo de pé. Faço um movimento circular permitindo que toda a superfície de vidro arrefeça em contacto com o gelo. No fogão, o tacho de barro já tem cebola e alho a estrugir numa generosa dose de azeite. São adicionados alguns raminhos de coentros e uma folha de louro, sentindo-se de imediato o seu aroma. Corto uma lâmina de casca de lima e dobro-a para que os pequenos poros da pele rebentem e libertem toda a essência que será transferida para a superfície interior do copo. Sirvo uma dose de gin e uma de água tónica, de boa qualidade. Acrescento algumas bagas de zimbro e fios de casca de lima - o aroma que emana do copo é fresco e com um toque de acidez. Distraí-me na preparação do gin e mais uma vez não vi qual o ingrediente misterioso usado na confeção do divinal arroz de marisco que ele teima em não me revelar. Tanto melhor, será sempre ele o chefe responsável pela sua confeção. A mim irá saber-me maravilhosamente. A sua fragrância deliciosa já alastrou a toda a casa, está em bom andamento. O vinho verde repousa no frio, será servido bem gelado com o prato principal.

Enquanto finaliza o arroz de marisco bebe o gin tónico que preparei. Entre ingredientes e mexedelas aproveito para bebericar também, ficou delicioso. Foram, entretanto, preparados outros aperitivos para acompanhar os petiscos que já estão sobre a mesa: queijo creme envolvido em mel, morcela e farinheira grelhadas e ainda queijo do Rabaçal. No centro da mesa há um cesto com tostas, broa de milho e pão fatiado. Para finalizar a refeição há melão casca de carvalho, mas tenho dúvidas que no fim alguém tenha estomago para ele.

A refeição decorreu animada e prolongou-se noite dentro. Várias garrafas de vinho foram abertas e consumidas. No final não sobrou nada do melão que se revelou uma solução acertada, para além de extremamente saborosa. A noite foi quente, de ânimos e de temperatura e o melão fresco ajudou a refrear e a refrescar, mantendo a boa disposição entre amigos.

Estas jantaradas de fim-de-semana têm a capacidade de renovar energias, de alimentar amizades, de fazer esquecer os descontentamentos do dia-a-dia, de celebrar a vida e de partilhar sabores. O convívio entre amigos quando é feito à volta de uma mesa, partilhando refeições, fortalece as raízes que sustentam essa mesma amizade. O mesmo alimento que sacia o corpo alimenta a amizade, revigorando-a.

Somos mestres na arte de alimentar laços e desconfio que não é apenas pelo simples prazer do paladar que a nossa gastronomia é tão rica, variada e saborosa, mas pela importância que lhe reconhecemos nas relações humanas.

Podemos partilhar refeições frequentemente com o mesmo grupo de amigos, mas os repastos serão sempre diferentes, haverá sempre um prato novo a experimentar, a apurar, uma inovação que se quer apresentar… e as refeições serão sempre prolongadas, acompanhadas com um bom vinho para soltar as emoções retraídas do quotidiano. A variedade e diversidade das refeições em família é uma meta que tentamos atingir. Apesar da falta de tempo caraterística da nossa vida ocupada, faz-se um esforço para que o momento seja agradável e harmonioso, ao paladar e ao convívio, com experiências gastronómicas, introdução de novos alimentos aos membros mais novos da família e a oportunidade de proporcionar conversas despreocupadas. Na altura mais feliz da minha vida profissional, com um ambiente irrepetível entre colegas e chefe, pela amizade, respeito, colaboração, apoio e dinâmica de trabalho, a equipa, estimulada pelo líder, fazia reuniões de trabalho em almoços que se prolongavam pela tarde. Nunca foi tempo de trabalho desperdiçado, bem pelo contrário, as reuniões à volta da mesa de refeição foram sempre muito produtivas e isso refletia-se na execução das nossas tarefas. Houvesse mais chefes e patrões a perceber estas dinâmicas e decerto a produtividade do país aumentava!















Margarida Veríssimo

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

LITERATURA | Sob Estranhos Céus | PAULO COSTA GONÇALVES

























SINOPSE

Recriando um enredo complexo e interessante, Paulo Costa Gonçalves cruza a História com as suas histórias, num desafio nada fácil de concretizar e que deu forma ao livro “ O Herdeiro de Antioquia”. Criando um romance ficcional, que conjuga um trama que perpassa quase mil anos de História, até à Lisboa contemporânea de 2013 e partindo de um facto histórico – a conquista da Cidade de Antioquia, uma das páginas mais negras e obscuras da história da cristandade, ocorrida em 1098, aquando da 1ª. Cruzada – Paulo Costa Gonçalves realiza uma sequela que atravessa de forma arrepiante as paixões, os sentimentos e ambições de personagens marcadas pela lendária maldição, num ritmo frenético que prende o leitor. A história enreda-se em pistas e contra pistas, dando forma a laivos de surpresas que surgem a cada momento da acção. O clímax é imprevisível e garante emoções fortes até à última página.

ANIMAIS | CABRA DE LEQUE

Resposta à questão colocada ontem.

Questão: Como se chama em sul-africano o salto desta cabra e até que altura o consegue fazer?

“Pronk”, até 2 metros de altura.

Fonte: Jardim Zoológico de Lisboa
Resultado de imagem para logo jardim zoologico lisboa

ANIMAIS | HOTEL PARA CÃES EM PLENO PARQUE NATURAL DA ARRÁBIDA (AZEITÃO)


Serviços para animais de estimação
Férias Caninas
Dog Walking
Pet Sitting

FÉRIAS CANINAS

A nossa hospedagem para cães oferece um serviço especial para o seu animal de estimação, em ambiente familiar e com todo o conforto que ele merece.

ALOJAMENTO

A Pelos & Animais situa-se em pleno Parque Natural da Arrábida (Azeitão), onde a natureza convida a explorar todos os sentidos ao longo de mais de um hectare de terreno.
Aqui promovemos a libertação de energia através de actividades como apanhar bolas, discos, e muitas brincadeiras enquanto sociabilizam.
No nosso espaço, o seu cão pode entrar em casa e conviver com a família, tudo para que a sua estadia seja feita no ambiente mais natural possível!
Recebemos até um máximo de 10 cães, não porque falte espaço, mas porque queremos oferecer-lhe toda a atenção que ele merece!

Preços: 10€/noite por cão/cadela esterilizados
              15€/noite cães machos não esterilizados

A estadia incluí ração Happy Dog exceto se precisar de uma ração específica de tratamento

Requisitos obrigatórios: microchip, boletim de vacinas em dia, incluíndo vacina para a tosse do canil (KC ou Pneumodog), desparasitação interna e externa. Só aceitamos cadelas que estejam esterilizadas.

Horários: 9:00 - 19:00

Para mais informações contacte-nos: pelosanimais@gmail.com / 936304386

Também vamos a casa - Pet Sitting
Se não pretende deixar o seu animal de estinação num hotel, e prefere que ele fique em casa no seu ambiente, não se preocupe - Nós vamos a casa tratar dele.
Contacte-nos:
Email: pelosanimais@gmail.com
Telefones: 93 630 43 86 / 93 563 82 42



Visite-nos em:  http://www.peloseanimais.com/

CINEMA | Cineclube Impala - "Match Point" | 21 SETEMBRO

Cineclube Impala - \'Match Point\'


CICLO DE GRANDES REALIZADORES AMERICANOS

SINOPSE : "Match Point" de Woody Allen não tem Woody Allen como protagonista nem tem Nova Iorque como cenário. Chris é um jovem professor de ténis que sonha pertencer à alta sociedade britânica. Sonho esse que começa a tomar forma quando um dos seus alunos, Tom, o apresenta à família, aos pais e à irmã, que ficam fascinados com o seu gosto pela ópera e pelas artes. Mas Chris pode cair em tentação com a bela namorada também plebeia de Tom, uma americana aspirante a actriz que transpira sensualidade...
GÉNERO : Drama, Thriller
ELENCO : Scarlett Johansson, Jonathan Rhys-Meyers, Emily Mortimer
PRODUÇÃO: REINO UNIDO, 2005, Cores, 124 min.
TRAILER: https://youtu.be/w9dRrsKRwgA
***********
ENTRADA: Donativos de Eur 1,00 = Sócios / Eur 2,00 = Não 
Sócios.


OPINIÃO | Ser Diferente | MAFALDA PASCOAL

Às vezes tu perdes
Às vezes tu ganhas
E ainda às vezes
Ficas numa alucinação
Procuras sem encontrar
Encontras sem procurar
Numa luta diária
Inspirando e expirando
Lá vais andando
Hoje parece que sim
Amanhã nem tanto assim
Ontem acreditavas conseguir
Agora só se for a sorrir
Sorrindo a vida toma cor
E a paixão dá-lhe brilho
Vive cada momento
Ausente de tormento
Inspira Amor
Expira compaixão
Inspira aprendizagem
Expira sabedoria
Contagia quem te rodeia
Nas tuas mãos
Está a mudança
Se te sentes deslocado
Cultiva não critiques
Não te sintas diferente
Assinala e ensina essa diferença
Tu sabes
A sabedoria está dentro de ti
Mostra ao mundo
O valor dessa diferença
Faz cintilar o teu brilho
Ofuscando quem estagnou
Tudo o que tem vida
Está em constante mutação
Por isso não podes parar
Dá um passo em frente
Não regridas na tua evolução
Vai
Ensina sabiamente
E nas pequeninas coisas
Terás a compensação.

Fica atento...















Mafalda Pascoal

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

LITERATURA | O Herdeiro de Antioquia | PAULO COSTA GONÇALVES

























SINOPSE

Cruzar a História com as histórias, recriando um enredo complexo e interessante, é um desafio nada fácil de concretizar mas que dá forma ao livro “O Herdeiro de Antioquia”, da autoria de Paulo Costa Gonçalves, lançado recentemente pela Chiado Editora.

Conjugando uma trama que perpassa quase mil anos de História, a partir da invasão da Cidade de Antioquia no ano de 1098 até à Lisboa cosmopolita de 2013, Paulo Costa Gonçalves atravessa de forma arrepiante as paixões e os sentimentos de uma família marcada por uma lendária maldição. 

Num ritmo frenético que prende quem a lê, a história enreda-se em pistas e contra-pistas, dando forma a laivos de inesperada surpresa que surgem a cada momento da acção, conjugando-se num clímax imprevisível que garante emoções fortes até à última página. Os protagonistas, centrados num humanismo que explica a força e a determinação com que lidam com os muitos percalços que os envolvem, oferecem-nos uma perspectiva diferente de uma Lisboa moderna e em que muito se passa para além daquilo que nos é dado ver.