quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

LITERATURA / LANÇAMENTO LIVRO DE ANTÓNIO COSTA NEVES /SAÍDA DE EMERGÊNCIA

LANÇAMENTO NO DIA 02 FEVEREIRO



Um livro que conta a história de um dos conflitos mais sanguinários da História de Portugal. Opondo os absolutistas de D. Miguel aos liberais de D. Pedro. Esta guerra civil arrastou-se por seis anos e dividiu o país, virando pais contra filhos e irmãos contra irmãos.

Sangue de Portugal é uma saga complexa e vibrante que acompanha o percurso sinuoso de Carlos Boavida, um jovem liberal que aspira a um Portugal mais moderno, e cujos companheiros de batalha incluem nomes como Almeida Garrett e Alexandre Herculano. No campo oposto acompanha uma galeria impressionante de miguelistas, como o capitão-mor Tomás Alcaide, homem de ambição desmedida e crueldade ímpar.

LITERATURA Antologia de poemas escolhidos de João Luís Barreto Guimarães

Ao completar trinta anos de vida literária, João Luís Barreto Guimarães, que além de poeta e tradutor também é médico (licenciou-se em Medicina e Cirurgia), regressa à edição com O Tempo Avança por Sílabas, antologia de cem poemas escolhidos pelo autor, a partir dos dez livros que publicou entre Há Violinos na Tribo, em 1989, e Nómada, em 2018. O Tempo Avança por Sílabas chega às livrarias a 1 de fevereiro. Conjugando fragmentos do quotidiano com a História e a memória, a sua poesia – irónica, biográfica, melancólica, musical – captura objetos e instantes do presente, na fronteira entre a poesia e a prosa, refletindo sobre o lugar da escrita (a casa, o café, a cidade, a viagem) e o tempo de hoje.

Sobre o autor
João Luís Barreto Guimarães nasceu no Porto, a 3 de junho de 1967. Poeta e tradutor, divide oseu tempo entre Leça da Palmeira e Venade. O Tempo Avança por Sílabas reúne cem poemas selecionados pelo autor, dos dez livros que publicou até ao momento. É o seu quinto livro na Quetzal,
após a publicação dos primeiros sete títulos na Poesia Reunida, em 2011, Você Está Aqui, em 2013, Mediterrâneo, em 2016, ao qual foi atribuído o Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa, e Nómada, em 2018. A sua obra está representada em antologias poéticas e revistas literárias de numerosos países, tendo Mediterrâneo sido publicado em espanhol.

LITERATURA / "…mais um enredo complexo, misterioso e interessante…” do autor PAULO COSTA GONÇALVES



Sinopse:
Baseando-se num dos textos mais fascinantes no estudo das incursões nórdicas no
ocidente peninsular e cujo documento original não chegou aos nossos dias, existindo apenas uma cópia datada do século XVII, o autor cria mais um enredo complexo, misterioso e interessante. Estamos perante uma nova história que, além de voltar a fazer o cruzamento com a História passada, leva inicialmente e pela primeira vez na sua vida de investigador, o “seu” inspetor Alex a sentir algo parecido com o verdadeiro medo que, no entanto, é superado pela perspicácia e inteligência a que nos habituou nas histórias anteriores. O livro lê-se com aquele interesse que “obriga” a virar cada página à procura da solução das sucessivas situações de mistério e dúvida, encontradas na página anterior. Novamente, com uma leitura fácil mas, ao mesmo tempo, com a complexidade inerente às ligações ancestrais da História e dos mistérios que passaram pelo que é, agora, território português. O clímax da narrativa é imprevisível e garante emoções fortes mesmo até à última página.
(15,00€ já com portes de envio)


Sobre o autor:
Licenciado em Sociologia e colaborador pontual em projectos de investigação sociológica, tornou-se um escritor habilitado “por necessidade” de contar histórias
perspicazes, que surpreendessem o leitor e os embrenhassem em momentos de passados, já esquecidos, mas que mantem os mistérios da História. Após o lançamento da sua primeira obra, vergou-se à realidade dos factos e decidiu singrar na arte da escrita, não só pelo sucesso alcançado com o primeiro trabalho, mas porque era necessário dar continuidade ao tema e levar os seus leitores a acompanhar os meandros do enredo de uma história fantástica. A partir do ano de 2011, Paulo Costa Gonçalves passou de uma situação estável para a mesma situação de milhares de portugueses! De “remediado” a “gajo à rasca”, foi um ápice e nessa situação, apesar do sucesso do seu primeiro trabalho literário, permanece até hoje…
Para adquirirem o livro autografado devem entrar directamente em contacto com o autor para: 


quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

LITERATURA a fascinante escrita da autora CRISTINA DAS NEVES ALEIXO



Sinopse:
Isabel e Afonso vivem, aos olhos de todos, o casamento perfeito, completo com a
pequena Sofia. Mas à medida que Afonso se revela cada vez mais dominador e violento, Isabel descobre que o conceito de amor do marido é muito diferente do seu – para ela, cuida-se de quem se ama. Quando a escalada de violência de Afonso toma proporções insustentáveis, Isabel vê-se obrigada a utilizar todos os meios para se defender a si e à sua filha, mas, num momento em que ele surge tresloucado, ela perde o controlo da situação... Nesta estória de amor e violência, a autora reflecte sobre as várias nuances do sentimento amoroso: o amor próprio, o amor aos outros e, afinal, quais são os limites para se poder dizer que o que se faz é por amor. O título remete-nos, logo à partida, para a ténue linha que separa o certo do errado sendo, ao mesmo tempo, uma afirmação e uma interrogação.
(15,00€ já com portes de envio)








Sinopse:
Joaninha e o jardim encantado: Joaninha estava a estudar quando, de repente, se deixa adormecer e transportar para um jardim mágico, onde todos os animais falam e vivem
em harmonia. Aqui encontra o melro Sebastião, que a introduz nos mistérios daquele esplendoroso universo. Quando sabe que, dentro da bonita casa que se ergue no centro do jardim, vive um menino impedido de sair dela, Joaninha toma a corajosa decisão de o resgatar. Mas o que retém Carlinhos dentro de casa é muito mais do que a doença que o obriga a deslocar-se numa cadeira de rodas e Joaninha terá que utilizar todas as suas forças para atingir os seus objectivos. Neste seu primeiro livro, Cristina Das Neves Aleixo debuta na ficção infantil com uma história que demonstra que os maiores fantasmas vivem, afinal, dentro de nós próprios. 
(12,00€ já com portes de envio)










Sobre a autora:
Nasceu e cresceu no Barreiro. Já adulta toma-se de amores por Lisboa e aí reside até
hoje.
Profissionalmente desempenhou cargos tão diversos como os de escrituraria, recepcionista, tradutora, secretária, assistente de direcção; chefiou departamentos empresariais; brincou com a locução de rádio e aos modelos fotográficos e publicitários; foi empresária. Durante 30 anos fez do mundo empresarial privado a sua casa, enquanto, secretamente e desde a adolescência, se realizava verdadeiramente com a escrita.
Academicamente brilhava na área de eleição: letras. A formação em escrita criativa foi inevitável.
O seu primeiro livro publicado, "Joaninha e o jardim encantado", em Maio de 2015 com a chancela da Capital Books, alerta os jovens, e também os adultos, para os valores da amizade, da diversidade e incute o gosto pela aprendizagem.
Em Julho do mesmo ano dá a sua contribuição em "Todos por um", uma antologia de contos comemorativa do aniversário da editora, com um policial ligeiro: "O caso das pedras preciosas".
Um ano depois, em Junho de 2016 e num registo mais uma vez diferente, mantém os laços com a editora que a viu nascer e lança, na Feira do Livro de Lisboa, "Por amor, tudo(?)", com prefácio do Dr. Daniel Cotrim da APAV. Esta é uma estória centrada na violência doméstica, fruto de um trabalho de campo muito sério junto de vítimas reais e que lhe valeu um elogio público. Este é, também, um livro que a autora fez questão que fosse solidário e apresenta o selo da APAV - uma parte das receitas reverte para a instituição.
Em Fevereiro de 2018 decide aceitar mais um convite e abraçar outro desafio: é autora da rubrica semanal "Uma mente inquieta" na "Nova Gazeta - Jornal online".
Todos os domingos apresenta uma crónica de opinião sobre os mais variados temas, que podem ser actuais ou não.
Diz que para si "escrever é como respirar: uma necessidade"; diz, a brincar, que "talvez sejam os genes" - é prima de António Aleixo. Podem seguir as novidades pela página www.facebook.com/CristinaDasNevesAleixo


LITERATURA / “Ao teu Lado” da autora ANA RIBEIRO



Sinopse:
Ana e Miguel conhecem-se, por acaso, enquanto crianças. Durante umas férias de
verão, percebem que apesar das diferenças que os separam, têm muita coisa em comum e descobrem juntos a essência de uma amizade imaculada. Mas à medida que crescem, os dois percebem que manter a sua proximidade é uma batalha árdua. E quando menos esperam, Ana e Miguel descobrem que o tempo acabou por engrandecer aquilo que sentem. Os sentimentos mudam, tornam-se mais fortes e explodem num amor desmedido e assolapado.
 (15,00€ já com portes de envio)









Sobre o autor:
Nasci no último dia do mês de Maio, em 1987, na cidade do Porto. Vivo, desde sempre, na cidade de Chaves e sou licenciada em Análises Clínicas e de Saúde Pública.
Escrevo desde muito jovem e descobri a paixão pela escrita com o fascínio pela leitura e pela escrita de diversos diários pessoais. Sou aficionada por cinema, música, animais e fotografia. Publiquei o meu primeiro livro: "Diário de uma Vida", em 2011, pela "Mosaico de Palavras Editora", com o incentivo de um amigo que me sugeriu que compilasse os meus textos poéticos em livro. Recebi dois prémios literários. O primeiro em 2011. O segundo intitulado “Um Amor Inexplicável” em 2014. E em 2017 o terceiro intitulado: “Ao Teu Lado”.


Para adquirirem o livro autografado devem entrar directamente em contacto com a autora para: 

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

LITERATURA convidamo-lo a conhecer a autora PATRÍCIA REBELO



                                                            Sinopse:
Patrícia é uma jovem adolescente que um dia conhece Diogo, um rapaz bem parecido e divertido, por quem rapidamente se apaixona. Os dois iniciam um namoro, que marca também a sua entrada na universidade de Coimbra e na vida adulta. Mas um dia Patrícia acorda de uma operação, com um desconhecido ao lado e descobre que é vítima de uma inesperada amnésia. Confrontada com a estranha situação de não se lembrar da sua vida mais recente, Patrícia tem que lidar com Filipe, o seu novo namorado, ao mesmo tempo que descobre que ainda está apaixonada pelo imaturo Diogo. "Um dia disseste que eu devia escrever um livro" é a pujante história de amor de uma jovem à procura do seu antigo namorado e, mais do que isso, das suas memórias e da própria vida. Como sobreviver, quando já não nos lembramos de quem somos?
(12,00€ já com portes de envio)




Sobre a autora:
Patrícia Rebelo nasceu em 1990 e desde cedo se apaixonou pelos livros e pela escrita. Começou a sua carreira literária em 2015, mas desde sempre gostou da companhia das
palavras. Sendo uma geminiana nata, a comunicação é a sua melhor ferramenta no mundo. Tem uma filosofia de vida baseada no pensamento positivo, gratidão e mindfulness e por isso, no seu Instagram oferece aos seus leitores várias frases inspiradoras. Sendo apaixonada pelo público dos pequenos grandes leitores, inicia em 2018 a sua jornada pelos livros infantis.

Para adquirirem o livro autografado devem entrar directamente em contacto com a autora para: 
patriciarebelooficial@gmail.com
@patriciarebeloautora (instagram)

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

LITERATURA / VANESSA LOURENÇO a autora que nos toca o coração através dos Gatos


"A VIDA AOS OLHOS DE UM GATO"

Sinopse:
Uma edição limitada, numerada e assinada, de construção manual, por intermédio de máquinas centenárias de tipografia. Compilação de pequenos textos inspiradores, trazidos até nós pelos nossos amigos, os gatos.

"O que diria o seu gato, se soubesse falar?"
(15,00€ já com portes de envio)






Sobre a autora:
Vanessa Lourenço nasceu em Lisboa, em 1982. A par da formação superior em
Psicologia Clínica, os animais e as artes sempre estiveram presentes na sua vida, o que se reflectiu no seu percurso literário. É autora dos dois primeiros volumes publicados de uma trilogia de literatura fantástica (vertente inspiracional): A cria negra de Felis Mal'ak (2015) e A batalha de Sekmet (2016). Em 2017, traduziu e publicou a 1a edição inglesa de A cria negra de Felis Mal'ak (The black cub of Felis Mal'ak), contando já com leitores pelo mundo inteiro. Em 2018 publicou (em parceria com o projecto de tipografia artesanal Quadratim Letterpress), A vida aos olhos de um gato, um pequeno livro de edição limitada e construção manual, composto por pequenos aforismos inspiradores. 
Encontra-se presentemente a trabalhar na edição inglesa de A batalha de Sekmet, e no terceiro e último volume da trilogia.

Para adquirirem o livro autografado devem entrar directamente em contacto com a autora para: 






LITERATURA / A Luz dos Meus Olhos, Uma Viagem Interior de RELIANE DE CARVALHO



Sinopse:
A luz dos meus olhos: uma viagem interior, traz ao leitor uma reflexão que o
possibilita mergulhar no seu mundo mais interno, nas profundezas do seu "Ser", proporcionando-lhe instrumentos para o despertar da sua consciência e consequentemente, da necessidade de trabalhar algumas das suas emoções. E através deste despertar que pode ocorrer pelos diversos temas amplamente abordados neste livro, o leitor pode alcançar mudanças interiores que o capacitarão a agir de forma mais consciente e serena, nos seus diversos processos relacionais, proporcionando-lhe uma vida mais harmoniosa, equilibrada e feliz. A obtenção deste equilíbrio interno, com o exteriorizar de ações pessoais mais conscientes, se despertadas através deste livro e interiorizadas, pode proporcionar-lhe o poder de reconhecer a sua força interior, todo o poder que emana de seu "Ser", o seu poder de superação diante das dores e dificuldades da vida e pode além disso, induzi-lo e ajudá-lo a viver com sua mente sendo constituída predominantemente de pensamentos menos tóxicos, mais positivos e sem crenças auto limitantes. 
Uma evolução de Ser, Estar, Sentir e Agir, que antes de fazer bem aos outros, ao mundo e a todos que a sua volta estão, será infinitamente melhor para si. Porque passará de forma mais saudável a configurar uma mente mais leve, mais construtiva e mais benevolente. É importante ressaltar que, perfeitos em nossa imperfeição, cada vez que conseguimos saltar evolutivamente entramos em contato com a nossa "Essência Cósmica", com o nosso "Eu Universo", ao encontro da nossa verdadeira natureza que é a consciência…


Sobre a autora: 

Reliane de Carvalho nasceu no Estado do Mato Grosso do Sul, em 1978, na cidade de Deodápolis, região Centro Oeste do Brasil. Construiu a sua primeira obra literária aos
12 anos de idade, a qual foi publicada pela ANE (Associação de Novos Escritores do Mato Grosso do Sul). Licenciou-se em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal do Paraná e dedicou a sua vida profissional ao “Cuidado dos Pacientes com Diabetes”, como educadora em Diabetes no Sul do Brasil. Foi palestrante e projetista; construiu e coordenou o “Programa de Educação Dassette”, de assistência e educação a estes pacientes na cidade de Curitiba. Redirecionou a sua carreira de enfermeira em 2012, deixando de se dedicar apenas ao cuidado físico dos seus pacientes e saindo do Brasil para realizar missões em alguns países da Europa. Passou a dedicar-se à ajuda ao próximo de uma forma mais holística, abrangendo também os cuidados da alma. Desse trabalho nasceu “Menina dos Olhos da alma” em 2014, quando a escritora retoma as atividades literárias com o objetivo de utilizar os acordes do musical das letras como contributo ao sucesso da sua missão. Em 2015 publica “Menina dos olhos da alma, volume II”. Para aperfeiçoar o seu trabalho de “Curadora de Almas”, certificou-se em Hipnose Clínica e Regressiva e hoje, além da sua dedicação à escrita, trabalha como hipnoterapeuta. 

Para adquirirem o livro autografado devem entrar directamente em contacto com a autora para: 


domingo, 27 de janeiro de 2019

LITERATURA campanha de lançamento do 2º livro da autora MARIA CECÍLIA



Sinopse:

“Estavam domesticadas, amarguravam-se, e essa amargura traduzia-se num combate feroz contra tudo o que era diferente, eram as piores inimigas de si próprias e daquelas que ousassem sair do redil. A emancipação que as mulheres procuravam afigurava-se-lhes como algo demoníaco que não podiam aceitar, pois punha em causa toda a sua vida. Foi um tempo em que a aldeia se dividiu e onde cresceu a maledicência e o julgamento, e só serenou quando essa luta era contra as suas próprias filhas”. 
“Era só um amigo e aquele beijo foi uma coisa tonta e sensaborona. Depois dessa proeza ele perguntou: “gostaste?” Eu respondi que tinha sido como nos filmes. E era verdade: não senti nada. Supõe-se que devia ter sentido uma grande emoção, tremores, pernas bambas, ter visto estrelas e passarinhos a pipilar…, mas não, deixou-me apenas com um sentimento de pecado e sabor a decepção. Fiquei preocupada, pensei que havia algo errado em mim”.

(16,71€ já com portes de envio)

Sobre a autora:


Maria Cecília Garcia nasceu no Jardim do Mar, Madeira, em 14 de junho de 1949. Aos
seis anos viajou para a Venezuela em companhia da mãe para reencontrar o seu pai. Em 1973, regressou à Madeira para um período de férias, mas acabou por ficar em Portugal continental até hoje. Casou e teve dois filhos. Alegre e optimista, voltou à escola aos 56 anos para acabar o ensino secundário, o qual terminou aos 59 anos. Acredita que os sonhos se concretizam, embora não aconteçam no tempo que consideramos certo. Toda a vida foi grande leitora, mas também gostava muito de escrever. Ficou viúva em 2009, a partir de então a escrita passou a ser sua válvula de escape.






Para adquirirem o livro autografado devem entrar directamente em contacto com a autora para:


sábado, 26 de janeiro de 2019

LITERATURA os Fantásticos livros da autora ANITA DOS SANTOS



                                                          Sinopse:
“- Mas… Mas…. Ultrapassaram uma magia do Ulmeiro, e isso desde… - O Mensageiro estava quase sem palavras olhando de um para o outro jovem sem acreditar naquilo que estava a ouvir.
- Eramos muito jovens, ainda uns miúdos a primeira vez que demos com as Ruínas. – Acabou por confessar o André, mirando a mãe por baixo das pestanas. – Mas tivemos sempre o maior cuidado todas as vezes que lá fomos, assim como vamos ter desta vez! – Apressou-se a afirmar levantando o queixo e endireitando as costas.
- Têm de concordar que é o lugar perfeito para os feéricos ficarem em segurança e protegidos. – Vincou o Vicente enfrentando a mãe e o Mensageiro, como que pedindo compreensão.
- Concordo, concordo! Esse é com efeito um excelente local para ficarem em segurança. – O Mensageiro pôs a cabeça nas mãos. – Esta viagem vai dar conta de mim! – Lamentou-se por último.”

(15,71€ já com portes de envio)

Sinopse:
“E assim os dias foram-se escoando para o André, até aquela bendita noite em que já se lhe tinham acabado as últimas nozes que tinha encontrado, dos víveres que tinha trazido, já nada restava, e até as pederneiras para fazer a fogueira desapareceram sem ele saber como nem porquê… e agora ali estava ele, noite serrada, enrolado no cobertor com as costas encostadas ao tronco de uma árvore, a barriga aos roncos e a tiritar de frio.
Uma lástima!
E nem um miserável vislumbre do que quer que se assemelhasse a um feérico…. Era mesmo falta de sorte…”

(15,71€ já com portes de envio)





Sobre a autora:

Anita dos Santos é natural de Alcântara, Lisboa, residindo há mais de uma década na Ericeira com o seu marido e filhos.
A sua paixão sempre foram os livros. Mas não só. O sonho de escrever esteve sempre presente.
Com o seu primeiro livro “Crónicas de André e Vicente – O Bosque dos Murmúrios”, em 2015, realizou um sonho de décadas.
Foi um dos autores escolhidos para a coletânea “Um Livro Num dia, Contos da manhã que logo entardeceu” Vol. II, da Chiado Books, com o seu conto “Artie, o destruidor!” em 2016.
Em 2016 publicou o segundo volume das “Crónicas de André e Vicente – A Cidade das Brumas”.
Participou na coletânea “Um Livro Num dia, Contos da manhã que logo entardeceu”, em 2017, na 2ª Edição, uma edição especial, com o conto “O Meu Sonho! Voar!”, e em 2018 com o conto “Encontros na Madrugada”, da Chiado Books.
Ainda em 2018, participou na “Coletânea de Cartar de Amor – Três Quartos de um Amor”, com “Carta de Amor, ao Meu Amor”, também da Chiado Books.

Para adquirirem os livros autografados devem entrar directamente em contacto com a autora para: 



LITERATURA / A Luz dos Meus Olhos, Uma Viagem Interior de RELIANE DE CARVALHO



Sinopse:
A luz dos meus olhos: uma viagem interior, traz ao leitor uma reflexão que o
possibilita mergulhar no seu mundo mais interno, nas profundezas do seu "Ser", proporcionando-lhe instrumentos para o despertar da sua consciência e consequentemente, da necessidade de trabalhar algumas das suas emoções. E através deste despertar que pode ocorrer pelos diversos temas amplamente abordados neste livro, o leitor pode alcançar mudanças interiores que o capacitarão a agir de forma mais consciente e serena, nos seus diversos processos relacionais, proporcionando-lhe uma vida mais harmoniosa, equilibrada e feliz. A obtenção deste equilíbrio interno, com o exteriorizar de ações pessoais mais conscientes, se despertadas através deste livro e interiorizadas, pode proporcionar-lhe o poder de reconhecer a sua força interior, todo o poder que emana de seu "Ser", o seu poder de superação diante das dores e dificuldades da vida e pode além disso, induzi-lo e ajudá-lo a viver com sua mente sendo constituída predominantemente de pensamentos menos tóxicos, mais positivos e sem crenças auto limitantes. 
Uma evolução de Ser, Estar, Sentir e Agir, que antes de fazer bem aos outros, ao mundo e a todos que a sua volta estão, será infinitamente melhor para si. Porque passará de forma mais saudável a configurar uma mente mais leve, mais construtiva e mais benevolente. É importante ressaltar que, perfeitos em nossa imperfeição, cada vez que conseguimos saltar evolutivamente entramos em contato com a nossa "Essência Cósmica", com o nosso "Eu Universo", ao encontro da nossa verdadeira natureza que é a consciência…


Sobre a autora: 

Reliane de Carvalho nasceu no Estado do Mato Grosso do Sul, em 1978, na cidade de Deodápolis, região Centro Oeste do Brasil. Construiu a sua primeira obra literária aos
12 anos de idade, a qual foi publicada pela ANE (Associação de Novos Escritores do Mato Grosso do Sul). Licenciou-se em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal do Paraná e dedicou a sua vida profissional ao “Cuidado dos Pacientes com Diabetes”, como educadora em Diabetes no Sul do Brasil. Foi palestrante e projetista; construiu e coordenou o “Programa de Educação Dassette”, de assistência e educação a estes pacientes na cidade de Curitiba. Redirecionou a sua carreira de enfermeira em 2012, deixando de se dedicar apenas ao cuidado físico dos seus pacientes e saindo do Brasil para realizar missões em alguns países da Europa. Passou a dedicar-se à ajuda ao próximo de uma forma mais holística, abrangendo também os cuidados da alma. Desse trabalho nasceu “Menina dos Olhos da alma” em 2014, quando a escritora retoma as atividades literárias com o objetivo de utilizar os acordes do musical das letras como contributo ao sucesso da sua missão. Em 2015 publica “Menina dos olhos da alma, volume II”. Para aperfeiçoar o seu trabalho de “Curadora de Almas”, certificou-se em Hipnose Clínica e Regressiva e hoje, além da sua dedicação à escrita, trabalha como hipnoterapeuta. 

Para adquirirem o livro autografado devem entrar directamente em contacto com a autora para: 


sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

LITERATURA em Portugal também temos Dragões e quem os lidera é a autora R.C. Vicente

"Quem nasce com alma de Dragão, raramente possui personalidade de Borboleta"
R.C. Vicente



MBC – Porquê a utilização do nome R.C. Vicente e não Raquel Vicente?
RCV – Bastante simples: Infelizmente, nos dias de hoje, os leitores portugueses não querem autores portugueses, e no geral, os leitores de fantasia não querem ler mulheres. R.C. Vicente não está conectado a género ou nacionalidade, é livre como eu o sou, e é sem dúvida uma excelente estratégia de vendas.

MBC - O que te levou a escrever Literatura Fantástica?
RCV - A minha necessidade de fugir ao mundo real, mas principalmente de eternizar tudo. Nunca aceitei bem a morte, então tive de criar um lugar onde viver para sempre era possível. A isto juntou-se o meu azar na vida; nos meus vinte e três anos nunca me consegui encaixar na sociedade ou ser bem recebida por quem a povoa. Sempre o bicho esquisito e rejeitado: demasiado estranha, complicada, nunca o suficientemente boa. Se o mundo nunca me amou porque haveria de permanecer nele? Fujo sempre que posso para o paraíso retorcido que criei. Podem forçar o meu corpo a permanecer num lugar, a comportar-se de determinada maneira. Nunca a minha alma ou a minha mente. São livres. Graças à literatura fantástica. E também agradeço ao autor Stuart Hill que sem imaginar me introduziu ao género e me fez amar a arte de ler.
Foi isto. Sei lá. Escrevo literatura fantástica para me sentir viva.

MBC– Só escreves dentro deste género?
RCV - Escrevo qualquer género, menos poesia. Amo desafiar-me com novos estilos.

MBC – Dragões? Uma paixão ou citando-te “Quem nasce com alma de Dragão, raramente possui
personalidade de Borboleta”.
RCV – Dragões, mas não uns comuns. São titãs. Filhos de Deuses enviados ao mundo que assustaram os mortais e conquistaram, para além do nome de dragão, o título de Titãs pelo seu tamanho atroz e aparência e poderes desmesurados. Vivem sob a forma humana, um pequeno castigo divino pelo susto dado aos mortais. E não podem ser montados ou domados. Racionais como um humano, poderosos como um Deus, e cobertos por espinhos afiados que trespassam rocha como se fosse papel. Enfim, sempre foram criaturas que admirei e quis dar-lhes a minha abordagem, de certa forma recriá-los.
Quanto às personalidades dos meus queridos, não… não são de borboleta.

MBC – Sendo “O Ressurgir dos Eternos Titãs” o primeiro livro da saga “As Crónicas de Amindrius, Bérnia e Efendes” a questão que se coloca é para quando o segundo volume?
RCV - Desde os meus cinco anos que desenvolvo esta história. Escrevo-a desde os meus quê? Treze? Catorze anos? Publiquei-a apenas quando tinha vinte ou vinte e um. Portanto, o segundo volume vai demorar. Na melhor das hipóteses, final de 2019. Na pior? Não queiram saber os leitores…

MBC – Sei que escreveste outro livro com um pseudónimo queres dizer-nos qual o motivo da tua escolha, se te manténs na literatura fantástica e desvendar-nos um pouco da história?
RCV - Sulmun e o Senhor do Inverno. É um livro infantil, inspirado no Principezinho. É fantasia. Foi uma ideia, queria criar uma história para homenagear todas as crianças vítimas de cancro e até ajudar. Não resultou. Foi um falhanço completo em termos de venda, mas um grande sucesso do meu ponto de vista moral e sentimental. Coloquei no papel o meu amor duro. Nunca tive jeito para crianças, e sempre apregoei que não quero ter filhos; mas a verdade é que as crianças assustam-me, não sei como lidar com elas, como abordá-las, e o maior dos meus sonhos é ser mãe. Sou um osso duro de roer. Não aprecio admitir, mas amo crianças. E acho um crime elas poderem sucumbir antes sequer de viverem.  Portanto, escrevi este livro para elas. É uma história triste e, ao mesmo tempo, feliz.
Assinei com um pseudónimo inspirado em nomes nórdicos pelo já dito: ninguém quer ler uma Raquel Vicente, mas todos querem ler um Jörd Thörsten Vain.


MBC – No final do ano passado a Chiado Editora publicou um livro de contos de fantasia que contou com a participação não só de autores já publicados, mas também de alguns contos de potenciais escritores de fantasia do qual sei que foste a responsável pela edição e coordenação da recolha dos textos bem como a fantástica capa que foi na sua totalidade idealizada e feita por ti. Como te sentiste quando viste o trabalho feito? 
RCV - Senti-me realizada. Ficou lindo. Jamais poderei agradecer o suficiente aos autores pela honra que me concederam. 
Mas é experiência que não repetirei. Foi algo agridoce. Uma carícia no rosto e, simultaneamente, um murro no estômago. Por motivos que guardo para mim mesma.

MBC – Onde é que os leitores podem adquirir os teus livros?
RCV – Wook, FNAC, Bertrand, ou directamente a mim, através das minhas redes sociais!

MBC – Queres deixar-nos os teus contactos nas redes sociais para que os leitores possam seguir o teu trabalho?
RCV - instagram: r.c.vicente
Facebook: writer.rcvicente

MBC - E a pergunta que todos queremos saber novidades para breve?


RCV - Novidades para o Verão!  Acabo de assinar contrato com uma nova editora. Tudo oficializado. Mas os detalhes ficam para Agosto! Até lá… estejam atentos. 



Acredito que a vida ainda tem muitas surpresas guardadas para a R.C.Vicente. Se ainda é difícil entrar no mercado literário português pelos mais diversos motivos, não se esqueçam que "quem nasce com alma de Dragão..." não encontrará obstáculos que não consiga contornar. E os seus Eternos Titãs estarão bem vivos enquanto a sua criadora continuar a soprar com o fogo da sua escrita.


Texto: MBarreto Condado
Fotos: disponibilizadas pela autora

LITERATURA conhecer o autor FERNANDO TEIXEIRA



Sinopse:
Paul e Tracy são um casal com um filho adolescente que vive em Palo Alto, na Califórnia, Estados Unidos. Decepcionado com um casamento que tinha entrado num marasmo de silêncios e omissões, afectando até o relacionamento com o seu próprio filho, mas com vontade de contrariar a situação, Paul decide levar a família a passar uns dias de férias na região oeste do Canadá, por ocasião do décimo quinto aniversário de casamento. Ele deseja que esse tempo traga um novo fôlego à sua vida familiar. Jamais poderia imaginar que essas férias iriam influenciá-lo de uma forma tão profunda, até perceber que aquela viagem, entre Vancouver e Calgary, tinha sido apenas o prólogo de uma sucessão de acontecimentos que o levaria a travar uma grande amizade, tão forte quanto improvável, transformando a sua vida. Um romance apaixonante que procura ser um tributo ao Oeste canadiano e ao valor das grandes amizades.
(20,00€ já com portes de envio)


Sinopse:
Numa demanda por dar um rumo à sua vida e marcado pela memória do avô António
que pescara bacalhau à linha num dóri, nos Grandes Bancos da Terra Nova e da Gronelândia, Vasco decide viajar até à cidade de St. John’s, Newfoundland. Nas águas canadianas, o avô vivera a traumática experiência de se perder no nevoeiro. Uma carta de um pescador, nunca lida até ser encontrada, mais de quarenta anos depois de ter sido escrita, levanta questões a que Vasco quer dar resposta, na tentativa de colmatar um elo quebrado da história. Um romance que pretende ser uma homenagem a todos aqueles que viveram as duríssimas campanhas da pesca do bacalhau, bem como um tributo à arte da pesca solitária nos dóris e à Frota Branca portuguesa.

(18,00€ já com portes de envio)







Sobre o autor:

Fernando Teixeira nasceu em Lisboa, em 1960. Licenciou-se em Engenharia Civil, pelo Instituto Superior Técnico, e tem exercido a sua actividade profissional como projectista de estruturas. Sentindo-se tentado a abraçar novos desafios, começou a escrever obras de ficção em 2014, tendo publicado o seu primeiro romance no ano seguinte. Obras publicadas: Não Poderia Ter Sido De Outra Forma, 2015 e Por Entre As Brumas De Newfoundland, 2018.

Para adquirirem os livros autografados devem entrar directamente em contacto com o autor para: 
ft.author@gmail.com

NOVIDADES INFANTO-JUVENIS


CHARLIE TRANSFORMA-SE NUMA GALINHA, de Sam Copeland é o primeiro livro de uma série hilariante e genuinamente enternecedora, perfeita para os fãs de David Walliams e Tom Gates. Além de proporcionar uma leitura divertida e viciante, passa também uma importante mensagem para crianças que lutam com problemas de ansiedade e ajuda-as a ultrapassar as dificuldades com que são confrontadas no dia-a-dia.

Uma grande aposta para o publico pré-adolescente é o primeiro livro da youtuber, influencer e actriz  Inês Faria,  AS COISAS QUE OS TEUS  PAIS NÃO TE DISSERAM.  Inês Faria escreve este livro com objectivo de acabar de vez com esta ideia de que crescer é uma «maravilhosa aventura» e vem em auxílio de toda uma geração que só está só a tentar sobreviver a mais um dia. No meio de tantas coisas que os nossos pais nos dizem, ninguém diria que o que realmente nos tira do sério é o que eles não disseram.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

LITERATURA Palácio Belmonte recebe lançamento de edição inédita da poesia de Howard Altmann

O Palácio Belmonte, situado no coração da zona histórica de Lisboa, junto ao Castelo, vai receber no próximo Domingo, 27 de Janeiro, pelas 17h00, a poesia serena e admirável de Howard Altmann. O poeta, que vive em Nova Iorque vem a Portugal para o lançamento da edição bilingue de Enquanto Uma Fina Neve Cai. A apresentação fica a cargo da poeta portuguesa, Eugénia de Vasconcellos, tradutora da obra.

Quem se deslocar no próximo Domingo ao Palácio Belmonte, em Lisboa irá cruzar-se com o desassossego e interrogação de Howard Altmann em Enquanto Uma Fina Neve Cai. Um livro que impressionou John Ashbery, um dos maiores poetas americanos do século XX, vencedor do prémio Pulizer, para o qual os poemas de Altmann eram, pela sua singeleza «tão necessários quanto um copo de água».

Esta obra traz-nos uma voz humana em busca da serenidade numa harmonia que concilie a casa, a neve, a luz e a escuridão, a paisagem, o som. Poemas que têm sido veiculados e destacados no Poem of the Week do jornal The Guardianna Academy of American Poets, e nas publicações: PoetryPoetry Review e Yale Review.

Em Enquanto Uma Fina Neve Cai, a paixão do autor por Portugal e pelo Brasil é visível em poemas como «Saudade», «Salvador da Baía» ou o inédito «Lisboa». Pelo que esta visita a Portugal será um momento especial na carreira do poeta natural de Montreal.

Nesta inédita edição bilingue de As a Light Snow Keeps Falling a Guerra e Paz apresenta a poesia do autor canadiano traduzida para português, pela poeta portuguesa Eugénia de Vasconcelos, lado-a-lado com os textos originais em inglês.


A obra chega às livrarias e à loja online da Guerra e Paz, Editores no dia 5 de Fevereiro.


A entrada no evento é gratuita e no final os leitores serão brindados com um cocktail. O convite, também ele bilingue, segue em anexo para todos os interessados.

LITERATURA a fascinante escrita da autora CRISTINA DAS NEVES ALEIXO



                                                           Sinopse:
Isabel e Afonso vivem, aos olhos de todos, o casamento perfeito, completo com a pequena Sofia. Mas à medida que Afonso se revela cada vez mais dominador e violento, Isabel descobre que o conceito de amor do marido é muito diferente do seu – para ela, cuida-se de quem se ama. Quando a escalada de violência de Afonso toma proporções insustentáveis, Isabel vê-se obrigada a utilizar todos os meios para se defender a si e à sua filha, mas, num momento em que ele surge tresloucado, ela perde o controlo da situação... Nesta estória de amor e violência, a autora reflecte sobre as várias nuances do sentimento amoroso: o amor próprio, o amor aos outros e, afinal, quais são os limites para se poder dizer que o que se faz é por amor. O título remete-nos, logo à partida, para a ténue linha que separa o certo do errado sendo, ao mesmo tempo, uma afirmação e uma interrogação.
(15,00€ já com portes de envio)

Sinopse:
Joaninha e o jardim encantado: Joaninha estava a estudar quando, de repente, se deixa
adormecer e transportar para um jardim mágico, onde todos os animais falam e vivem em harmonia. Aqui encontra o melro Sebastião, que a introduz nos mistérios daquele esplendoroso universo. Quando sabe que, dentro da bonita casa que se ergue no centro do jardim, vive um menino impedido de sair dela, Joaninha toma a corajosa decisão de o resgatar. Mas o que retém Carlinhos dentro de casa é muito mais do que a doença que o obriga a deslocar-se numa cadeira de rodas e Joaninha terá que utilizar todas as suas forças para atingir os seus objectivos. Neste seu primeiro livro, Cristina Das Neves Aleixo debuta na ficção infantil com uma história que demonstra que os maiores fantasmas vivem, afinal, dentro de nós próprios. 
(12,00€ já com portes de envio)







Sobre a autora:
Nasceu e cresceu no Barreiro. Já adulta toma-se de amores por Lisboa e aí reside até hoje.
Profissionalmente desempenhou cargos tão diversos como os de escrituraria, recepcionista, tradutora, secretária, assistente de direcção; chefiou departamentos empresariais; brincou com a locução de rádio e aos modelos fotográficos e publicitários; foi empresária. Durante 30 anos fez do mundo empresarial privado a sua casa, enquanto, secretamente e desde a adolescência, se realizava verdadeiramente com a escrita.
Academicamente brilhava na área de eleição: letras. A formação em escrita criativa foi inevitável.
O seu primeiro livro publicado, "Joaninha e o jardim encantado", em Maio de 2015 com a chancela da Capital Books, alerta os jovens, e também os adultos, para os valores da amizade, da diversidade e incute o gosto pela aprendizagem.
Em Julho do mesmo ano dá a sua contribuição em "Todos por um", uma antologia de contos comemorativa do aniversário da editora, com um policial ligeiro: "O caso das pedras preciosas".
Um ano depois, em Junho de 2016 e num registo mais uma vez diferente, mantém os laços com a editora que a viu nascer e lança, na Feira do Livro de Lisboa, "Por amor, tudo(?)", com prefácio do Dr. Daniel Cotrim da APAV. Esta é uma estória centrada na violência doméstica, fruto de um trabalho de campo muito sério junto de vítimas reais e que lhe valeu um elogio público. Este é, também, um livro que a autora fez questão que fosse solidário e apresenta o selo da APAV - uma parte das receitas reverte para a instituição.
Em Fevereiro de 2018 decide aceitar mais um convite e abraçar outro desafio: é autora da rubrica semanal "Uma mente inquieta" na "Nova Gazeta - Jornal online".
Todos os domingos apresenta uma crónica de opinião sobre os mais variados temas, que podem ser actuais ou não.
Diz que para si "escrever é como respirar: uma necessidade"; diz, a brincar, que "talvez sejam os genes" - é prima de António Aleixo. Podem seguir as novidades pela página www.facebook.com/CristinaDasNevesAleixo