segunda-feira, 3 de outubro de 2022

DIVULGAÇÃO | AS CAVES DO VATICANO, de ANDRÉ GIDE | GUERRA E PAZ

 


E se o Papa fosse secretamente sequestrado? Nas páginas d’As Caves do Vaticano, André Gide, um dos principais escritores do século XX, leva-nos a acompanhar o plano ardiloso de um grupo de vigaristas: espalhar o rumor de que o verdadeiro pontífice estará preso em câmaras subterrâneas, para assim extorquir dinheiro a troco da promessa de libertação. 

Marcada pela crítica social e por uma estrutura narrativa original, a obra, que o autor classificou como uma sotia, uma farsa satírica, cruza intrigas e personagens, levantando questões perturbadoras sobre as escolhas sociais e morais – de que se destacam o acto gratuito perpetrado por Lafcadio, que empurra um homem de um comboio em movimento. 

Uma notável incursão pelo existencialismo e pelos sentimentos humanos, As Caves do Vaticano tornou-se num alvo a abater pela Igreja Católica, mas também num alvo de adoração para os amantes de literatura. «As Caves do Vaticano é o melhor livro de Gide e o melhor romance satírico que li em vinte anos, isto é, desde que comecei a ler [autores vivos]», destacou o poeta e crítico francês André Suarès, contemporâneo de Gide. Marcel Proust considerou mesmo que o romance representa o que é «verdadeiramente uma Criação, no sentido genesíaco de Miguel Ângelo; o Criador está ausente, é ele quem tudo faz, e não é uma das criaturas. Vejo-o a determinar as idas e vindas de Fleurissoire como o Deus colérico da Capela Sistina a fixar a Lua no Céu».


domingo, 2 de outubro de 2022

AUTORES NACIONAIS | Alberto Miranda | Guerra & Paz

Alberto Miranda é jornalista e comentador, especializado em famílias reais. Em Portugal, é o autor da única página de Instagram dedicada em exclusivo a este universo: @diario.da.realeza. Foi diretor, chefe de redação e editor de várias revistas, passou igualmente pela rádio e pela televisão, mas é na imprensa escrita que tem desenvolvido a sua atividade. Licenciado em Jornalismo Internacional pela Escola Superior de Jornalismo do Porto, é mestre em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Créditos foto e texto: Bertrand Livreiros

sábado, 1 de outubro de 2022

AUTORES INTERNACIONAIS | AMOR TOWLES


Amor Towles é o autor  de “As Regras da Cortesia” e de “Um Gentleman  em Moscovo”. Os dois romances, ambos bestsellers do “The New York Times”, estão traduzidos em mais de 30 línguas, venderam perto de cinco milhões de exemplares e foram incluídos nas listas de melhores livros do ano em dezenas de publicações. Paralelamente, o autor publicou contos na Paris Review, Granta e Vogue. Depois de trabalhar, durante mais de 20 anos, na banca de investimento, dedica-se atualmente apenas à escrita. Vive em Manhattan com a mulher e os dois filhos.

sexta-feira, 30 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | LINCOLN HIGHWAY, de AMOR TOWLES | DOM QUIXOTE

 

Emmett Watson é a personagem principal de “Lincoln Highway”, um jovem de 18 anos que cometeu um crime e acaba de ser libertado do campo de trabalhos onde cumpriu a sua pena. Está a regressar à quinta onde cresceu, no Nebraska, para ir buscar o irmão mais novo. Juntos vão fazer-se à estrada rumo à Califórnia, para fugir do passado e encontrar a mãe que os abandonou. O pai, que morreu, entretanto, desgostoso e endividado, deixou-lhes apenas um magnífico carro. Mas o destino intervém. E no dia aprazado para a partida o carro desaparece, levado por dois rapazes que tinham fugido do reformatório. Agora, Emmett e Billy têm de caminhar no sentido inverso, rumo a Nova Iorque.

Aquilo que prometia ser um romance on the road torna-se outra coisa e essa é apenas a primeira surpresa que nos reserva Amor Towles. O autor transporta-nos agora para a América dos anos 50, onde acompanharemos os quatro rapazes durante dez dias. Com uma arquitetura narrativa de enganadora simplicidade, “Lincoln Highway” remete para a matriz clássica do grande romance americano, herdeiro de Mark Twain e John Steinbeck, mas também para a Odisseia, de Homero, a quem presta uma tocante homenagem.

quinta-feira, 29 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | O FIM DA ANSIEDADE, de GIO ZARARRI | PERGAMINHO

 

«Quer eliminar a ansiedade da sua vida? Precisa de voltar a sentir que é você quem controla o seu presente, e não a falta de sorte? Está cansado de acordar todas as manhãs com sintomas difíceis de suportar? Quer saber a razão de toda essa ânsia e o que pode fazer para acabar de vez com tanto sofrimento e preocupação? Se neste momento o seu único desejo é superar esse inexplicável problema que surgiu na sua vida, este livro vai ajudá-lo. Por experiência, digo-lhe que, se parar de temer e começar a tentar compreender, tudo se resolverá muito mais cedo do que imagina. O Fim da Ansiedade chegou às suas mãos com um propósito: ajudá-lo a reencaminhar a sua vida. Seguindo os passos simples aqui propostos, não só conseguirá superar para sempre a ansiedade, como se sentirá capaz de realizar muitos dos sonhos que talvez um dia tenha considerado impossíveis.»

quarta-feira, 28 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | THEODORE BOONE, O CÚMPLICE, de JOHN GRISHAM | BERTRAND EDITORA


Theo está preocupado com o seu bom amigo Woody Lambert. As coisas não correm bem em casa, e a verdade é que Woody não tem estado no seu melhor na escola e tem feito algumas más escolhas...

Contudo, quando acaba detido por alegadamente ter participado num assalto à mão armada, Theo sabe que o seu amigo só pode estar inocente. Numa corrida contra o tempo enquanto Woody permanece atrás das grades, Theo vai fazer tudo ao seu alcance para ajudar o seu amigo e salvá-lo de um sistema implacável, onde a justiça nem sempre é igual para todos. Theo pode ter apenas treze anos, mas já decidiu que um dia será o melhor advogado do mundo – e é agora que Woody precisa de ajuda!

terça-feira, 27 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | PRIMEIRO TU, de EMMA REED TURRELL | SAÍDA DE EMERGÊNCIA

 

Todos nós somos pessoas que gostam de agradar aos outros – até aqueles que o negam.

Seja no trabalho, em casa ou num relacionamento, procuramos sempre a aprovação e a aceitação dos outros. No entanto, a maior parte das vezes esquecemos as nossas próprias necessidades. Ao dar para receber, raramente obtemos o que realmente precisamos.


Neste livro transformador, a psicoterapeuta Emma Reed Turrell explica as motivações originais para agradar, apresenta os diferentes perfis e oferece conselhos práticos para compreender – e travar – este tipo de comportamento quando começa a afetar as nossas necessidades.

Primeiro Tu ensina-nos a ser nós próprios. Vai fazer de nós melhores amigos, parceiros, filhos e até melhores pais ou mães. Não nos mostra uma maneira de parar de agradar a todos sem que alguém fique incomodado, mas mostra-nos que, mais do que sobreviver a que gostem menos de nós, é possível prosperar com isso.

segunda-feira, 26 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | PORTUGAL LENDÁRIO, de JOSÉ VIALE MOUTINHO | BERTRAND

 

De todos os recantos de Portugal nos chegam as lendas que compõem uma obra que homenageia as tradições populares portuguesas.

Minho: de Amares a Vizela.

Trás-os-Montes e Alto Douro: de Alfândega da Fé a Vinhais.

Douro Litoral: de Amarante a Vila Nova de Gaia.

Beira Litoral: de Águeda a Vila Nova de Poiares.

Beira Alta: de Aguiar da Beira a Vouzela.

Beira Baixa: de Belmonte a Vila Velha de Ródão.

Ribatejo: de Abrantes a Vila Nova da Barquinha.

Estremadura: de Alcobaça a Torres Vedras.

Alto Alentejo: do Alandroal a Vila Viçosa.

Baixo Alentejo: de Alcácer do Sal à Vidigueira.

Algarve: de Albufeira a Vila Real de Santo António.

Madeira: da Calheta a São Vicente.

Açores: de Angra do Heroísmo a Vila Franca do Campo.

domingo, 25 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | GRANDES FIGURAS EXCÊNTRICAS DA HISTÓRIA DE PORTUGAL, de FÁTIMA MARIANO | CONTRAPONTO

 

Lisboa, 21 de julho de 2022 – Depois do sucesso de Grandes Mistérios da História de Portugal, a historiadora Fátima Mariano está de regresso com o segundo título desta série, intitulado Grandes Figuras Excêntricas da História de Portugal, que a Contraponto publica a 4 de agosto. Neste novo livro, ficamos a conhecer algumas das figuras mais excêntricas e bizarras do nosso país. Aliando o grande rigor histórico ao ritmo de uma narrativa que quase se assemelha a uma ficção, esta obra centra-se nas histórias de vida de personagens extraordinárias da História de Portugal desconhecidas do público, como o homem-macaco de Aveloso, em quem Edgar Rice Burroughs se terá alegadamente inspirado para criar o Tarzan; o Rei do lixo, a quem se deve a construção da enigmática Torre do Inferno, em Coina; ou ainda Luciano Moreira, que salvou um número indeterminado de vidas durante a epidemia de peste bubónica que assolou a Lisboa de finais do século XIX/início do século XX graças ao seu exímio talento...como caçador de ratos.

Aberrações, empreendedores, loucos e heróis: neste livro, apresentam-se algumas das Grandes Figuras Excêntricas da História de Portugal.

sábado, 24 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | O VENENO PERFEITO, de SERGEI LEBEDEV | DOM QUIXOTE

 

Partindo da I Guerra Mundial, e percorrendo várias décadas, Sergei Lebedev - que vive exilado em Berlim - analisa o como e o porquê de a Rússia e a União Soviética terem desenvolvido neurotoxinas terríveis e a longa e aterradora lista de uso de venenos letais pelo país. No centro da história encontramos o professor Kalitin, um químico implacável obcecado em desenvolver um veneno absolutamente mortal e indetetável, para o qual não existe antídoto. Porém, Kalitin é consumido pela culpa das diversas mortes que resultam do seu pacto faustiano para criar o veneno perfeito. Quando a União Soviética entra em colapso, o cientista foge do país e é-lhe dada uma nova identidade na Europa Ocidental, mas com ele leva um frasco do seu excecional veneno…

Neste romance de ritmo acelerado, que rompe com as barreiras dos géneros literários, Lebedev tece páginas de suspense numa belíssima prosa que explora as trajetórias históricas do mal. Desde os laboratórios nazis e das conspirações estalinistas, passando pelas guerras da Chechénia, até à Rússia dos dias de hoje, Lebedev questiona as responsabilidades éticas dos cientistas que fornecem aos tiranos e autocratas modernos instrumentos cada vez mais inovadores de retaliação, destruição e controlo.

sexta-feira, 23 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | A VIÚVA DE WINDSOR, de JOSÉ DE BOUZA SERRANO | OFICINA DO LIVRO

 

A Viúva de Windsor tem como ponto de partida a morte o Príncipe Filipe, no Castelo de Windsor, a poucas semanas de completar um século de idade e após 73 anos de casamento com Isabel II, a protagonista deste livro e uma das figuras mais admiráveis, e admiradas, da história mundial. Recuamos então à tenra idade de uma princesa que jamais esperara vir a ser rainha, ao curto e polémico reinado do seu tio, Eduardo VIII, e à coroação do seu pai, Jorge VI, a quem Isabel sucederá no trono aos 25 anos.

quinta-feira, 22 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | A CONSPIRAÇÃO PARA MATAR LOURENÇO DE MÉDICIS, de ERIC FRATTINI | BERTRAND EDITORA


Desde 1435, os Médicis, uma família florentina odiada, atacada e vilipendiada por muitos e vangloriada e louvada por outros, dirigiram a política dos estados italianos por meio de intrigas, política, diplomacia, negócios, sequestros, torturas e assassínios.

No dia 26 de abril de 1478, um grupo de conspiradores tentou pôr fim à vida de Lourenço de Médicis e do seu irmão Juliano na catedral de Florença. Teriam de ser mortos ao mesmo tempo para evitar qualquer tipo de represália, mas o plano dos assassinos falhou e abateu-se sobre eles uma atroz onda de vingança.

Os protagonistas desta história são Lourenço de Médicis, o duque de Urbino e o papa Sisto IV; os papéis secundários são desempenhados por Leonardo da Vinci, Sandro Botticelli, Piero della Francesca e Angelo Poliziano.

Os autores deste conluio nunca foram identificados com absoluta certeza. Mas passados 526 anos, um professor de História descobrirá quem foi o verdadeiro cérebro por detrás da conspiração ao decifrar o «Código Simonetta».

quarta-feira, 21 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | O ANO DO PENSAMENTO MÁGICO, de JOAN DIDION | INFINITO PARTICULAR

 

O Ano do Pensamento Mágico

A vida muda num instante. Num dia normal.


É assim que Joan Didion inicia a sua viagem pela memória do ano mais transformador da sua vida, começando na noite em que o seu marido, com quem foi casada mais de 30 anos, morre de ataque cardíaco.


Com uma escrita tão assertiva como limpa, tão honesta como desarmante, Didion investiga os vivos que sobrevivem aos mortos, revelando, através da sua experiência pessoal, aquilo que é universal a todos: a dor da perda, a necessidade da superação quando tudo parece inútil.

terça-feira, 20 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | O EFEITO COMPOSTO, de DARREN HARDY | TALENTO

 

O Efeito Composto

Sem truques. Sem hipérboles. Sem soluções mágicas.


O Efeito Composto baseia-se no princípio básico de que o seu futuro é moldado pelas pequenas decisões que toma. Cada simples escolha, cada pequeno hábito, poderá encaminhá-lo para o que realmente ambiciona na vida. 


Uma obra que já direcionou milhões de pessoas para o sucesso e que seguramente o irá ajudar, também a si, a alcançar a satisfação profissional e pessoal.

segunda-feira, 19 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | A ÚLTIMA FESTA, de CLARE MACKINTOSH | CULTURA

 

À meia-noite um deles estará morto. Pela manhã todos serão suspeitos.


Na véspera de Ano Novo, Rhys Lloyd tem a casa cheia de visitas. O seu resort à beira do lago é um sucesso, e ele convidou toda a gente para beber um copo na companhia dos novos vizinhos ricos. Será a melhor festa de sempre! Mas nem toda a gente aparece para celebrar. À meia-noite, Rhys surge a flutuar, morto, nas águas geladas do lago.


No dia de Ano Novo, a detetive Ffion Morgan tem uma localidade cheia de suspeitos. Aquela pequena comunidade é a sua casa, portanto os suspeitos são os seus vizinhos, amigos, familiares… e a própria Ffion tem mistérios para proteger.

domingo, 18 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | A TORRE DOS LOUCOS, de ANDRZEJ SAPKOWSKI | SAÍDA DE EMERGÊNCIA

 

O fim do mundo não chegou no ano de 1420 de Nosso Senhor, embora não faltassem indícios de que viria.

Reinmar de Bielau, conhecido como Reynevan, é médico e, de acordo com alguns, charlatão. Enamorado pela bela e fogosa Adèle, vive com ela momentos de paixão, até ser surpreendido pelos irmãos do marido traído.

Obrigado a fugir de casa, rapidamente percebe que o perigo não está só à sua frente… esconde-se igualmente atrás de si. Perseguido pelos irmãos Stercza e pela Santa Inquisição, Reynevan dá por si em Narrenturm, a Torre dos Loucos.

A Torre é um abrigo para os loucos, ou para aqueles que ousam pensar de forma diferente e desafiar a ordem estabelecida. Escapar da Torre, evitando o conflito à sua volta, e manter a própria sanidade pode revelar-se um desafio muito maior do que Reynevan alguma vez imaginou.

sábado, 17 de setembro de 2022

AUTORES NACIONAIS | José de Bouza Serrano | Oficina do Livro - Grupo LeYa

Crédito foto: Bertrand Livreiros.pt



José de Bouza Serrano nasceu em Lisboa a 20 de julho de 1950. Licenciado em Direito, ingressou na carreira diplomática em 1978 e esteve colocado nas embaixadas de Madrid, Bruxelas, Santa Sé, Ordem Soberana e Militar de Malta, Copenhaga e Haia, nas duas últimas como embaixador. Foi chefe do Protocolo do Estado e inspetor-geral da Inspeção-geral Diplomática e Consular do Ministério dos Negócios Estrangeiros, funções em que se reformou em 2020. Entre outros cargos, foi adjunto dos secretários de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação e Desenvolvimento, do ministro dos Negócios Estrangeiros, chefe de gabinete do secretário de Estado da Cultura, vice-presidente do Instituto Camões e assessor do primeiro-ministro. Foi agraciado com numerosas condecorações nacionais e estrangeiras, entre as quais as grã-cruzes das Ordens do Infante D. Henrique e do Mérito, de Portugal; de Dannebrog, da Dinamarca; de Orange-Nassau, dos Países Baixos; de São Gregório Magno, da Santa Sé; da Coroa do Carvalho, do Luxemburgo; de Graça e Devoção da Ordem Soberana e Militar de Malta; comendas de Isabel a Católica e Mérito Civil, de Espanha; cavaleiro de Santo Olavo, da Noruega, entre outras. É académico honorário da Academia Portuguesa da História.

Fonte: Bertrand Livreiros (site)
 

sexta-feira, 16 de setembro de 2022

NOVIDADE LITERÁRIA | "A Viúva de Windsor", de José de Bouza Serrano | Oficina do Livro - Grupo LeYa

Créditos imagem capa - Departamento de Comunicação Grupo LeYa

 

O presente momento histórico mostra-se verdadeiramente decisivo para os destinos do Reino Unido e da Commonwealth, com o recente falecimento da Rainha Isabel II, figura incontornável da história Britânica e Mundial com um longo reinado de sete décadas sucede-lhe no trono o anterior Príncipe de Gales e actual Rei Carlos III.

José Bouza Serrano traz aos leitores uma obra de indiscutível valor histórico onde narra diversos episódios do reinado de Isabel II, sob a chancela da Oficina do Livro, vamos ficar a conhecer " A Viúva de Windsor", cujo recente falecimento põe fim a uma era da monarquia Britânica com repercussões na história mundial.

Aqui deixamos a sugestão de leitura e a sinopse da Obra:

A Viúva de Windsor tem como ponto de partida a morte o Príncipe Filipe, no Castelo de Windsor, a poucas semanas de completar um século de idade e após 73 anos de casamento com Isabel II, a protagonista deste livro e uma das figuras mais admiráveis, e admiradas, da história mundial. Recuamos então à tenra idade de uma princesa que jamais esperara vir a ser rainha, ao curto e polémico reinado do seu tio, Eduardo VIII, e à coroação do seu pai, Jorge VI, a quem Isabel sucederá no trono aos 25 anos.


Texto: Isabel de Almeida

Foto: Comunicação Grupo LeYa




quinta-feira, 15 de setembro de 2022

AUTORES NACIONAIS | Luís Osório | Grupo Bertrand Círculo - Contraponto

Luís Osório - Créditos Foto: Grupo Bertrand Círculo




 Luís Osório nasceu em 1971, em Lisboa. Dirigiu jornais e uma estação de rádio. Imaginou programas de televisão, encenou uma peça de teatro, participou em comissões governamentais, coordenou a comunicação política de uma campanha presidencial e é consultor empresarial. 

Comentou política, realizou documentários e foi premiado como jornalista e criativo. 

Publicou oito livros, o último dos quais 30 Portugueses, 1 País resultado de 30 conversas com figuras portuguesas das mais variadas áreas e em Maio de 2021 lançou Ficheiros Secretos um livro polémico que revela os bastidores da política nacional e inspirou um espectáculo a estrear em Palco no próximo dia 17 de Setembro na Amadora.  

Texto: Redacção com Bertrand Livreiros

quarta-feira, 14 de setembro de 2022

AGENDA | Luís Osório estará em Amadora no próximo Sábado dia 17 de Setembro para o espectáculo "Ficheiros Secretos" | Grupo Bertrand Círculo


 

Dia 17 de Setembro, às 21h00, os Recreios da Amadora são palco da estreia de “Ficheiros Secretos”, com Luís Osório, um espetáculo criado a partir do seu mais recente livro, “Ficheiros Secretos”, publicado pela Contraponto.

 Durante 90 minutos, Luís Osório fará uma viagem pela história do último século português e pela vida de alguns dos protagonistas que marcaram o nosso tempo ao contar histórias da nossa política e da nossa cultura. 

Esta será uma viagem partilhada com o público e com convidados absolutamente surpreendentes.

Sugestão para os leitores habituais do escritor e comunicador.

Redacção com Comunicação Bertrand Círculo


terça-feira, 13 de setembro de 2022

AUTORES INTERNACIONAIS | Anna Politkovskaya | Elsinore - Grupo Penguin Random House, Temas & Debates - Bertrand


 Anna Politkovskaya (Nova Iorque, 1958–Moscovo, 2006) foi uma correspondente especial do jornal Novaya Gazeta, escritora e ativista russa, célebre pela coragem e clarividência com que denunciou os crimes de guerra do Exército russo na Chechénia e o regime de Putin.


A 7 de outubro de 2006, data de aniversário de Putin, foi assassinada à porta de casa.


A sua obra publicada é composta pelos títulos A Dirty War (2001), A Rússia de Putin (2004) e os póstumos Um Diário Russo (2007) e Nothing But The Truth (2010).


Em 2004, recebeu o Prémio Olof Palme pelo seu trabalho em defesa dos direitos humanos e, a título póstumo, o Prémio da Liberdade de Imprensa 2007 concedido pela Unesco.


Créditos foto: wook.pt

Biografia in: Elsinore

segunda-feira, 12 de setembro de 2022

Homenagem | Morre aos 70 anos, em Madrid, o escritor Javier Marias | Alfaguara - Grupo Penguin Random House

Crédito Foto: J. Rámon Ladra - In Javiermariasblog.wordpress.com 

 

Faleceu ontem (dia 11 de Setembro de 2022), em Madrid, o escritor Espanhol Javier Marias, bastante conhecido também entre os leitores Portugueses, sendo editado pela Alfaguara, uma chancela da Penguin Random House.

O mais recente título editado em Portugal é Thomas Nevinson.

Recordemos o percurso de vida do autor:

Javier Marías nasceu em Madrid, em 1951. Destacando-se  como um dos mais aclamados escritores da actualidade. Escreveu romances, livros de contos e de ensaio, muitos dos quais publicados em Portugal pela Alfaguara: Tomás Nevinson, Berta Isla (Prémio da Crítica), Assim começa o mal, Os enamoramentos (Prémio Giuseppe Tomasi di Lampedusa; Prémio Qué Leer), Coração tão branco (Prémio da Crítica; Prix l'Oeil et la Letre; IMPAC Dublin Literary Award), Amanhã na batalha pensa em mim (Prémio Fastenrath; Prémio Rómulo Galegos; Prix Fémina Étranger), Todas as almas, a trilogia O teu rosto amanhã e o volume de contos Não mais amores. Pelo conjunto da sua obra, recebeu vários prémios e distinções: Prémio Nelly Sachs (Dortmund, 1997); Prémio Comunidad de Madrid (1998); Prémio Grinzane Cavour (Turim, 2000); Prémio Alberto Moravia (Roma, 2000); Prémio Alessio (Turim, 2008), Prémio José Donoso (Chile, 2008); The America Award (2010) Prémio Nonino (Udine, 2011); Prémio Literário Europeu (2011); Prix Formentor (2013); Prémio Boattari Lattes Grinzane (2015); Premio Liber (2017). Entre as traduções de sua autoria, destaca-se Tristram Shandy (Prémio Nacional de Tradução em Espanha, 1979). Foi professor na Universidade de Oxford e na Universidade Complutense de Madrid. É membro da Real Academia Espanhola. A sua obra encontra-se publicada em 46 idiomas e 59 países, com cerca de nove milhões de exemplares vendidos em todo o mundo.

domingo, 11 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | Um Pedaço do Meu Coração, de Mary Higgins Clark | Bertrand Editora



Os fãs de Mary Higgins Clark têm mais um mistério para desvendar, com a habitual Chancela Bertrand Editora, já se encontra nas livrarias " Um pedaço do meu coração", aqui deixamos a sinopse:


 Laurie Moran construiu a sua carreia resolvendo no pequeno ecrã casos arquivados. No entanto, o caso que tem agora em mãos não podia estar mais longe do brilho ofuscante das luzes do estúdio... e a criança que desapareceu é da sua família.


Laurie, produtora televisiva, e o seu noivo Alex, antigo apresentador do programa de investigação jornalística que ela dirige, estão a dias de finalmente dar o nó numa cerimónia de casamento perfeita sob o sol do verão. De repente, tudo isso passa para segundo plano: Johnny, o sobrinho de Alex, desaparece do areal sem deixar rasto, desencadeando uma busca desesperada. Testemunhas recordam Johnny a brincar à beira-mar e a apanhar pequenas conchas nas traseiras da cabana de praia, contudo ninguém se lembra de o ver naquela tarde. Talvez se tenha distraído e caminhado para longe? Quando ao pôr do sol a pequena prancha de skimboard de Johnny dá à costa, todos se apercebem de que ele pode estar em qualquer parte – até debaixo de água.


Depois de Eu Não Sou Tua, um relógio que não para, um stalker perturbador e um romance prestes a ser oficializado são a combinação perfeita para o regresso de Laurie Moran em mais um romance impossível de largar, na série Sob Suspeita da «Rainha do Suspense», Mary Higgins Clark, e da sua brilhante parceira no crime, Alafair Burke.


Créditos Foto capa: Bertrand Editora

AUTORES NACIONAIS | Luís Corte Real | Grupo Saída de Emergência


 Luís Corte Real fundou a Saída de Emergência em 2003. Desde então criou a Coleção BANG! (que lança em Portugal os melhores autores do fantástico), a Revista BANG! (uma publicação gratuita dedicada ao género) e o BANGCAST (o podcast da revista BANG!). Também edita autores como Nora Roberts e Mark Manson, mas vocês não querem saber disso. As paredes de sua casa estão ocupadas por todo o tipo de livros, banda desenhada, manuais de Dungeons & Dragons e Call of Cthulhu, jogos de tabuleiro, action figures e mais caixas de Lego do que aquelas que consegue montar. Assim Falou a Serpente é a sua segunda obra com as aventuras do detetive Benjamim Tormenta — uma espécie de X-Files na Lisboa de Eça de Queiroz, com influências que vão de H. P. Lovecraft e Arthur Conan Doyle a Mike Mignola.

Fonte e Créditos Foto: Grupo Saída de Emergência

APRESENTAÇÃO | "Orgulhosamente Sós", de Bernardo Futscher Pereira apresentado na Fundação Callouste Gulbenkien dia 13 de Setembro | Dom Quixote - Grupo LeYa


 Uma conversa entre o historiador Filipe Ribeiro de Meneses e o embaixador Bernardo Futscher Pereira, moderada pela jornalista Luísa Meireles, agendada para a próxima terça-feira, 13 de setembro, às 18h30, na Fundação Calouste Gulbenkian, serve de apresentação ao livro “Orgulhosamente Sós, A Diplomacia da Guerra 1962-1974”, obra que conclui a trilogia dedicada à história diplomática do Estado Novo à qual o actual embaixador de Marrocos dedicou a última década. Pela primeira vez é feita a narrativa integrada e coerente da política externa de Salazar no período das guerras coloniais até ao 25 de Abril.


Este volume descreve os esforços do regime para escapar ao isolamento internacional e encontrar os apoios indispensáveis ao esforço de guerra que desenvolvia em três frentes: Angola, Moçambique e Guiné. Seguindo uma abordagem cronológica do conflito, o atual embaixador português em Marrocos coloca o foco na atividade diplomática do regime, mas integra também os aspetos mais relevantes das campanhas militares e da situação política prevalecente em Lisboa.


A investigação inédita, feita no Arquivo Histórico e Diplomático do ministério dos Negócios Estrangeiros, lança uma nova luz sobre diversos aspetos da atividade do Estado Novo neste período, tais como os debates ocorridos no seio do regime em 1962 após a queda de Goa, as negociações com os países africanos em Nova Iorque em 1963, o incentivo de Portugal à independência unilateral da Rodésia, os enormes esforços feitos por Salazar para cativar a África do Sul, que acabariam por conduzir à decisão de construir Cabora Bassa e posteriormente ao exercício Alcora, e a forma como se desenvolveram as relações com os estados limítrofes das províncias ultramarinas, designadamente a Zâmbia, o Malawi e o Zaire.


Procurando fazer das fraquezas forças, em 1965, Salazar proclamara que combatíamos “orgulhosamente sós”, frase inspirada em Mussolini. Do ponto de vista ideológico, a fórmula era inteiramente exata. No plano diplomático, a situação era menos clara. Desde o Ultimato de 1890, a defesa do Ultramar era um paradigma da política portuguesa. Atravessara intacto as últimas décadas da Monarquia e toda época conturbada da Primeira República. Para os ideólogos do Estado Novo, formados no culto da Nação, proteger esse legado sagrado tornara-se a razão de ser do regime. A defesa das colónias e a defesa do regime eram consubstanciais. Salazar considerava impensável abdicar de qualquer parcela do território nacional. Marcelo Caetano, quando chegou ao poder em 1968, teve a oportunidade de procurar uma saída para uma situação de impasse que já se tornara notória: “Ainda hoje é difícil explicar porque não o tentou”. 


Bernardo Futscher Pereira nasceu em 1959. Estudou no Liceu Francês Charles Lepierre. Tem mestrados em Ciências Políticas e em Relações Internacionais pela Universidade de Columbia em Nova Iorque. Trabalhou como jornalista antes de ingressar no Ministério dos Negócios Estrangeiros em 1987. Como diplomata, o seu primeiro posto no estrangeiro foi em Tel Aviv. Serviu em Bruxelas como chefe de gabinete do secretário-geral da UEO, embaixador José Cutileiro. Foi conselheiro diplomático do ministro da Defesa Nacional, José Veiga Simão, e assessor para as relações internacionais do Presidente da República Jorge Sampaio entre 1999 e 2006. Foi cônsul-geral em Barcelona e embaixador em Dublin entre 2012 e 2017. Foi conselheiro diplomático e «sherpa» do primeiro-ministro António Costa entre 2017 e 2019. Tem publicado numerosos artigos sobre a política externa portuguesa, história diplomática e política internacional. É autor de “A Diplomacia de Salazar (1932-1949)”, editado em 2012, e “Crepúsculo do Colonialismo (1949-1961)”, publicado em 2017. É embaixador em Rabat desde janeiro de 2020.

quarta-feira, 7 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | O PERIGEU DA LUA CHEIA, de R.C.VICENTE | VELHA LENDA


Hyacinth pediu um desejo e a Lua Cheia concedeu-lho.

Quando Hyacinth acreditava que a sua vida não podia piorar, um indivíduo enigmático cruza-se no seu caminho e revela-lhe os segredos do universo e da sua própria família.

Confrontada com a existência de lobisomens, vulpinos, bruxas e vampiros, acaba arrastada até ao Mundo Esquecido e vê-se enredada nas teias de conspiração da Alcateia.

Será ela capaz de honrar a linhagem dos Freixo-Negro e tornar-se na nova guardiã? Ou acabará a força no seu interior por torná-la numa ameaça a abater?

Uma aventura onde o amor, o mistério e a fantasia andam de mãos dadas.



terça-feira, 6 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | O PODER DA LEI, de FERNANDA PIRIE | GRUPO SAÍDA DE EMERGÊNCIA

 

Da Mesopotâmia à atualidade, uma história épica de como o ser humano utilizou a lei para moldar a civilização

Ao longo da História, a lei sempre foi utilizada para impor a ordem. No entanto, não é um mero instrumento de poder e de controlo social, é igualmente uma forma de as pessoas expressarem diferentes visões e contribuírem para um mundo melhor.

Em O Poder da Lei, Fernanda Pirie apresenta a ascensão e queda dos sistemas jurídicos que sustentaram antigos impérios e tradições religiosas, ao mesmo tempo que mostra como assembleias tribais, mercadores e agricultores exigiram leis para defi nirem as suas comunidades, regularem o comércio e construírem civilizações.

Apesar de os princípios jurídicos que tiveram origem na Europa nos séculos XVII a XIX dominarem o mundo, a diversidade de leis é tão grande quanto a das sociedades. Como a autora defende, o que verdadeiramente une os seres humanos é a crença de que as leis podem ser justas, combatem a opressão e criam ordem a partir do caos.

segunda-feira, 5 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | A NOVA ORDEM MUNDIAL, de H.G. WELLS | DOM QUIXOTE

 

H. G. Wells escreveu na década de 40 que a liberdade do mundo podia estar em perigo e que os leitores precisavam de estar conscientes destes movimentos históricos.  Nessa altura apresentou propostas concretas parra uma nova geopolítica global que inspiraram a criação da ONU e da União Europeia e o livro tornou-se numa cartilha sobre o futuro do mundo. Que podia seguir um caminho pacífico ou ser uma Nova Ordem Mundial como aquela imaginada por Napoleão, Adolf Hitler e tantos outros líderes totalitários. Segundo Wells a liberdade do mundo estaria em perigo e os leitores precisam de estar conscientes destes movimentos históricos.

domingo, 4 de setembro de 2022

ACTUALIDADE | Clube Naval de Sesimbra celebra 92° aniversário | Sesimbra

 


Sábado, dia 3 de Setembro de 2022 celebrou-se o 92° aniversário do Clube Naval de Sesimbra, instituição de referência naquela Vila que se destaca pela promoção da prática dos desportos náuticos, proporcionando tal prática aos seus associados, atletas e membros da comunidade local. 

As celebrações foram assinaladas solenemente com um jantar de confraternização destinado aos sócios, familiares, funcionários e convidados de diversos sectores da sociedade, tendo o evento tido lugar no restaurante Canhão.


No discurso o Presidente da Direcção,  Fernando Silva, falou um pouco sobre a história do Clube que vem marcando gerações e referiu a importância dos projectos futuros, como a ligação do Clube à Estação Náutica, destacando igualmente os prémios conquistados pelos atletas do Clube nas várias modalidades de desporto náutico em território nacional e também em provas internacionais.

Foram distribuídas medalhas aos sócios assinalando 25 anos de ligação à instituição, e particularmente emotivo foi o momento de atribuição de medalha a António Reis Marques, um dos sócios mais antigos, que como é tradição partiu o bolo de aniversário. António Reis Marques é uma das personalidades mais marcantes de Sesimbra, tendo vasta obra publicada como historiador local com especial foco do seu trabalho no associativismo local, e sendo autor do livro "Breve História do Clube Naval de Sesimbra" lançada em Setembro de 2005.




Presentes estiveram também autarcas locais, a Vereadora dos Pelouros do Turismo e Economia Local e Gestão de Equipamentos da Câmara de Sesimbra - Argentina Marques - representou o Presidente do Município Francisco de Jesus na ausência deste devido a outros compromissos; Márcio Oliveira, Vereador independente, responsável pelo Pelouro da Protecção civil; representante da Junta de Freguesia da Quinta do Conde.



O evento contou ainda com a presença de representantes da Marinha Portuguesa e da Administração Portuária.

As comemorações prosseguem hoje com a realização do habitual torneio de aniversário e almoço de confraternização reservado a sócios e atletas.

Texto e Fotos: Isabel de Almeida

AUTORES NACIONAIS | JOSÉ LUÍS PEIXOTO

José Luís Peixoto nasceu em Galveias, em 1974. É um dos autores de maior destaque da literatura  portuguesa contemporânea. A sua obra ficcional e poética figura em dezenas de antologias, traduzidas num vasto número de idiomas, e é estudada em diversas universidades nacionais e estrangeiras.

Em 2001, acompanhando um imenso reconhecimento da crítica e do público, foi atribuído o Prémio Literário José Saramago ao romance Nenhum Olhar. Em 2007, Cemitério de Pianos recebeu o Prémio Cálamo Otra Mirada, destinado ao melhor romance estrangeiro publicado em Espanha. Com Livro, venceu o prémio Libro d’Europa, atribuído em Itália ao melhor romance europeu de 2012.

Em 2016, com Galveias, recebeu no Brasil o Prémio Oceanos para a melhor obra literária em língua

portuguesa do ano anterior. As suas obras foram ainda finalistas de prémios internacionais como o Femina (França), Impac Dublin (Irlanda) ou o Portugal Telecom (Brasil), entre outros.

Na poesia, Gaveta de Papéis recebeu o Prémio Daniel Faria e A Criança em Ruínas recebeu o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2012, publicou Dentro do Segredo – Uma viagem na Coreia do Norte, a sua primeira incursão na literatura de viagens. As suas mais recentes obras são Regresso a Casa (2020), na poesia, e Almoço de Domingo (2021), na prosa. Os seus romances estão traduzidos em mais de trinta idiomas.

sábado, 3 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | ONDE, de JOSÉ LUÍS PEIXOTO | QUETZAL

 

Livro múltiplo e absolutamente coeso, sobre miradouros e distância, árvores e tempo, rios e caminho, sobre fé, história, sobre ler, estar e ser, sobre Abrantes, Constância, Sardoal e o mundo inteiro.

Textos ou lugares, talvez poemas. O livro é difícil de resumir, mas fácil de entender, claro como um mapa. Não saberemos realmente o que perdemos se não lermos, se não formos lá.

José Luís Peixoto desafia-nos a acompanhá-lo ao longo de um território de paisagem e de escrita, de pequenas e de grandes descobertas, de enormes revelações.

O lugar onde estamos é a vida.

sexta-feira, 2 de setembro de 2022

DIVULGAÇÃO | PERSUASÃO, de JANE AUSTEN | GUERRA E PAZ EDITORES

 


Uma história de recomeços, Persuasão, o último dos romances escritos pela escritora britânica Jane Austen, conta-nos a história de Anne Elliot uma anti-heroína que demonstra que nunca é tarde para agarrar segundas oportunidades. Mesmo assumindo um tom mais terno e menos satírico do que em Orgulho e Preconceito, no que à moral e aos costumes do seu tempo diz respeito, esta não deixa de ser uma obra revolucionária para o contexto do século XIX, por representar homem e mulher como seres análogos. Pouco mais de dois séculos depois, e numa altura em que o romance inspirou um filme da Netflix, protagonizado por Dakota Johnson, é tempo de voltar a ler Persuasão, desta vez numa edição Clássicos Guerra e Paz com tradução e nota introdutória de Tânia Anica Fernandes. A obra estará disponível, quer na rede livreira nacional quer nas principais plataformas de distribuição de ebooks, a partir do próximo dia 26 de Julho.

quinta-feira, 1 de setembro de 2022

AUTORES NACIONAIS | MARIA ISABEL LOUREIRO

 

Maria Isabel Loureiro nasceu na Figueira da Foz e reside em Lisboa. Tirou o Curso do Magistério Primário em Coimbra e o Curso de Educação pela Arte em Lisboa. Lecionou o 1o ciclo em Tomar, Figueira da Foz, Porto e Lisboa. Foi diretora de escolas, responsável bibliotecária e diretora pedagógica.

quarta-feira, 31 de agosto de 2022

DIVULGAÇÃO | A FANTÁSTICA VIAGEM DA SEMENTINHA, de MARIA ISABEL LOUREIRO | BERTRAND EDITORA

 

Este livro conta-nos a aventura de uma sementinha de maçã, desde o momento em que é deixada em cima de um muro até que se transforma numa frondosa macieira. No fundo, trata-se do ciclo da Natureza, explicado, de forma muito divertida, aos mais pequenos.

A Fantástica Viagem da Sementinha é um clássico da literatura infantil nacional, que tem conquistado gerações. Quantos de nós não interpretámos esta peça de teatro na escola ou em casa?

Esta nova edição inclui ilustrações de Norberto Nunes e uma versão  especificamente para teatro – através da leitura de um código QR.

terça-feira, 30 de agosto de 2022

AUTORES INTERNACIONAIS | PAUL THEROUX

 

Paul Theroux nasceu no Massachusetts, em 1941, e vive atualmente entre Cape Cod e o Havai. Foi professor em Itália, no Malawi, no Uganda, e também em Singapura e Inglaterra. Escreveu romances, ensaios e alguns dos melhores livros de viagens de sempre, como O Velho Expresso da Patagónia, Comboio-Fantasma para o Oriente, O Grande Bazar Ferroviário, A Arte da Viagem e este O Último Comboio para a Zona Verde, todos publicados pela Quetzal.

segunda-feira, 29 de agosto de 2022

DIVULGAÇÃO | O ÚLTIMO COMBOIO PARA A ZONA VERDE, de PAUL THEROUX | QUETZAL

 


Depois da grande narrativa de Viagem por África, que o levou do Cairo à Cidade do Cabo, Paul Theroux alimentou o desejo de percorrer a «margem ocidental» do grande continente até ao Norte de África. Porém, após visitar Angola, o incansável viajante decide interromper o seu caminho ascendente. As experiências por que passou, a deceção com a decadência, a omnipresença da corrupção e da pobreza, além da perda da comunhão dos povos com a natureza, terão feito desta a última viagem de Theroux ao Continente Negro. Viajando sozinho, atravessando a África do Sul e a Namíbia, chega a Angola para encontrar um mundo cada vez mais distante dos itinerários dos viajantes e das esperanças originais pós-independência.

domingo, 28 de agosto de 2022

AUTORES INTERNACIONAIS | JORGE LUÍS BORGES

 

Jorge Luís Borges nasceu em Buenos Aires, em 1899. Cresceu no bairro de Palermo, «num jardim, por detrás de uma grade com lanças, e numa biblioteca de ilimitados livros ingleses».

Em 1914 viajou com a família pela Europa, acabando por se instalar em Bruxelas, e posteriormente em Maiorca, Sevilha e Madrid. Regressando a Buenos Aires, em 1921, Borges começou a participar ativamente na vida cultural argentina.

Em 1923, publicou o seu primeiro livro – Fervor de Buenos Aires – mas o reconhecimento internacional só chegou em 1961, com o Prémio Formentor, seguido por inúmeros outros.

A par da poesia, Borges escreveu ficção (é sem dúvida um dos nomes maiores do conto ou da narrativa breve), crítica e ensaio, géneros que praticou com grande originalidade e lucidez.

A sua obra é como o labirinto de uma enorme biblioteca, uma construção fantástica e metafísica que cruza todos os saberes e os grandes temas universais: o tempo, «eu e o outro», Deus, o infinito, o sonho, as literaturas perdidas, a eternidade – e os autores que deixam a sua marca.

Foi professor de literatura e dirigiu a Biblioteca Nacional de Buenos Aires entre 1955 e 1973.

Morreu em Genebra, em junho de 1986.

sábado, 27 de agosto de 2022

DIVULGAÇÃO | HISTÓRIA DA ETERNIDADE, de JORGE LUÍS BORGES | QUETZAL

 

Esgotado há alguns anos, o livro História da Eternidade, de Jorge Luis Borges, regressa às livrarias com nova imagem de capa, que utiliza os elementos do tríptico das Tentações de Santo Antão, de Hieronymus Bosch. Uma reflexão sobre o tempo, o infinito e o finito, entre outras questões que só abrem as portas para a admirável sabedoria de um dos grandes «autores do mundo».

Para Platão, o tempo era uma imagem em movimento da eternidade. Borges cita o filósofo no início deste livro. O texto que dá o título a História da Eternidade ocupa-se do tempo e da sua negação e examina os dois conceitos opostos da eternidade: a alexandrina, de raiz platónica, e a cristã, nascida com a doutrina trinitária e formalizada por Santo Agostinho.

Outras passagens deste volume são digressões luminosas que apresentam quer a doutrina de Nietzsche sobre o eterno retorno, quer as ideias sobre o movimento da história – pequenos tratados de filosofia e literatura. Ao mencionar a essência do tempo e as nossas perplexidades, Borges dá como exemplo o caso dos tradutores de As Mil e Uma Noites, que nunca encontraram uma única versão definitiva. História da Eternidade, cuja primeira edição data de 1936, anuncia os contornos do génio de Borges e a sua presença no cânone da literatura do século xx.

Tradução de José Colaço Barreiros.

sexta-feira, 26 de agosto de 2022

AUTORES INTERNACIONAIS | STEVE BERRY

 

Steve Berry, que nasceu e foi criado em Atlanta, no coração do estado da Georgia, é autor bestseller de 21 romances, onde se incluem O Manuscrito de Malta, O Protocolo de Varsóvia, A Conspiração Colombo e A Teia do Kaiser, publicados na Bertrand. As suas obras estão traduzidas em 41 línguas e publicados em 52 países, e não é incomum que os encontremos todos no top do The New York Times.

A História, e todos os seus ângulos, é a força motriz dos seus romances, os quais exigem, no mínimo, doze meses de pesquisa e, muitas vezes, várias viagens. É a paixão de Berry, que partilha com a sua mulher, Elizabeth, e o que os levou a criar a History Matters, uma associação dedicada à proteção e preservação do património histórico.

quinta-feira, 25 de agosto de 2022

DIVULGAÇÃO | A TEIA DO KAISER, de STEVE BERRY | BERTRAND EDITORA

 

O próximo chanceler alemão será um de dois candidatos: a primeira é uma patriota com dezasseis anos de carreira ao serviço do país e do seu povo; o segundo é um usurpador que deita lenha para a fogueira do ódio nacionalista. Ambos escondem segredos; contudo, apenas um sabe a verdade sobre o outro. Estão claramente em rota de colisão, e tudo se pode resumir ao que aconteceu naquele dia fatal – 30 de abril de 1945 – no bunker do Führer. Será que Adolf Hitler e Eva Braun morreram ali? Será que Martin Bormann, o confidente predileto de Hitler, conseguiu escapar? E o que foi feito da fortuna nazi que desapareceu com o fim da Segunda Guerra Mundial? As respostas a estas perguntas não só determinarão quem será eleito chanceler da Alemanha, como vão ditar o futuro de toda a Europa.

Da região chilena de Los Lagos às perigosas mesas  geográficas sul-africanas, e finalmente até aos cofres secretos suíços, Cotton Malone, antigo agente do Departamento de Justiça norte-americano, tem a seu cargo a missão de descobrir qual foi, de facto, o destino de Hitler, Eva Braun e Bormann. Revelações bombásticas que vão abalar as fundações da  Europa e expor o mistério conhecido como... a teia do Kaiser.

quarta-feira, 24 de agosto de 2022

AUTORES INTERNACIONAIS | CRISTINA LOSANTOS

 

Cristina Losantos nasceu em Barcelona, é ilustradora e foi professora durante alguns anos. Ilustrou livros para muitas editoras, de vários países. Nas suas palavras: «O bairro onde vivo tem ruas estreitas e muitas lojas. Gosto de passear ou de ir até ao mercado e cumprimentar as pessoas que conheço. Foi o que os meus pais me ensinaram a fazer quando era pequena, e acho que é um bom hábito. Às vezes, custa um bocado, ou dá-nos uma certa vergonha, mas vale a pena. A sério!»

terça-feira, 23 de agosto de 2022

AUTORES INTERNACIONAIS | ELISENDA ROCA

 

Elisenda Roca (Barcelona, 1963) é jornalista, escritora e encenadora. Trabalhou em rádio, televisão e na imprensa escrita. É autora de livros de sucesso na área de parenting.

Nas suas palavras: «Em criança, era muito tímida. Gostava de ouvir o que os adultos diziam, mas pouco falava e, quando o fazia, corava até à raiz do cabelo. Porém, nunca me esquecia de agradecer, de pedir licença ou de cumprimentar. Porquê? Porque adorava receber um sorriso em resposta e sentir-se mais crescida.»