domingo, 28 de abril de 2019

LITERATURA / "A Filha Devolvida" de Donatella di Pietrantonio / ASA - (Tradução de Tânia Ganho)

Livro vencedor do Prémio Campiello
Nas livrarias a 30 de Abril



Aos treze anos, uma menina descobre brutalmente que o homem e a mulher que a criaram não são seus pais. Filha única, privilegiada, com uma casa à beira-mar e aulas de ballet, é obrigada a abandonar o lar onde cresceu para ser devolvida à família biológica. Não lhe é dada qualquer explicação. Leva consigo uma mala e um saco de sapatos.

A família biológica é pobre, caótica e pouco acolhedora. Naquela que é agora a sua casa, na aldeia, tem de partilhar um colchão com a irmã e o quarto com os três irmãos mais velhos. A violência, a fome, os costumes… tudo lhe é incompreensível. Mas há a pequena Adriana, que a recebe com a candura típica das crianças; e há Vincenzo, o irmão mais velho, que a protege mas também a olha como se fosse já uma mulher… É na sua relação com eles que a jovem irá encontrar forças para começar de novo e – quem sabe? – construir a sua própria identidade.

Sem comentários:

Publicar um comentário