segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

[Actualidade-Pinhal Novo] Freguesia do Pinhal Novo celebra 88º aniversário [Diário do Distrito]



No Domingo, dia 07 de Fevereiro de 2016, a Freguesia do Pinhal Novo esteve em festa, assinalando-se o 88ºaniversário desta Freguesia do Concelho de Palmela, celebrando-se também o decurso de 28 anos sobre a elevação do Pinhal Novo a Vila.

A data foi assinalada com uma sessão solene na Sala de Sessões da Junta de freguesia, estando presentes diversas individualidades da política e da sociedade locais, com casa cheia apesar de estarmos em plena época de entrudo.

Durante o seu discurso, Manuel Lagarto, Presidente da Junta de Freguesia do Pinhal Novo teve oportunidade de destacar que em 2016 a Freguesia do Pinhal Novo vai receber novos investimentos, e será dada continuidade a projectos já em curso, tanto na área social (Vai e Vem Social), como destinados aos mais novos (sendo disso exemplo o Projecto Férias Vivas). Manuel Lagarto destacou também o facto de, no ano transacto, terem sido desenvolvidos vários projectos na Freguesia contando com a parceria da Câmara Municipal de Palmela, assumindo-se o Município enquanto parceiro fundamental para Freguesia do Pinhal Novo.

 Álvaro Amaro - Presidente da Câmara Municipal de Palmela - destacou no seu discurso a circunstância do Pinhal Novo ser uma terra de afectos e enalteceu o trabalho realizado pelos poetas populares que participaram no projecto Palavra Dita, que é prova de se manter viva a cultura popular local. O Pinhal Novo é hoje a Freguesia mais populosa e mais jovem do Concelho de Palmela. Nas últimas décadas o Pinhal Novo cresceu, consolidou-se e também se consolidou a consciência de uma Cultura Caramela, apropriada pelas novas gerações. O Presidente do Município referiu ainda que nada no Pinhal Novo foi dado, quer antes quer depois do 25 de Abril, as conquistas resultam, sim, de um esforço de participação cívica, da luta e da afirmação. 

Foi ainda assinalada por Álvaro Amaro a realização de importantes investimentos que têm estado na ordem do dia, investimentos estes que sempre foram da responsabilidade da administração central, e caso se venham a concretizar neste mandato, não será exagerado dizer que o  mesmo é um “mandato de ouro”. Assim, em relação ao projecto de regularização da Ribeira da Salgueirinha mostra-se já entregue o Estudo de Impacto Ambiental, estando em consulta pública, estando quase concluídas as expropriações e autorizações para aceder aos terrenos, com alguma ironia, o Presidente criticou algumas vozes que haviam questionado este trabalho, afirmando que alguns “queriam transformar o ouro em lata, sendo preciso ter lata para o fazer”. Foi apresentada candidatura pelo Município a fundos da Agência Portuguesa do Ambiente,  e no próximo dia 19 será feita uma visita a toda a Ribeira por Técnicos desta agência, donde o mérito foi da candidatura do Município que apresentou um trabalho consistente realizado pelos seus técnicos e trabalhadores. O fundo que suporta este tipo de Investimento, que rondará os duzentos milhões e quatrocentos mil euros com comparticipação a 85%, cabendo ao Município suportar os 15% restantes, advém da Taxa de Resíduos Hídricos que os Munícipes pagam na respectiva factura da água. Outro projecto importante será o Centro de Saúde de Pinhal Novo Sul, sobre o qual se mostra já assinado o Contrato Programa para a respectiva execução, tendo ainda destacado que , a este propósito, está de parabéns a população do Pinhal Novo que se manifestou e colocou em Marcha o movimento associativo.

Durante o evento, houve oportunidade para trocar algumas palavras com o Presidente da Junta de Freguesia do Pinhal Novo – Manuel Lagarto. O autarca referiu sentir “regozijo pelo facto de termos feito algum trabalho, não tudo o que gostaríamos de ter feito. Para nós é motivo de orgulho a comemoração deste aniversário com a satisfação do dever cumprido (…) em termos de balanço o ultimo ano o mesmo foi positivo, e o início deste ano está a criar expectativas diferentes (…) gostaria que a autarquia tivesse meios próprios para desenvolver alguns projectos.”
Seguiu-se a celebração com bolo, moscatel e sumos, após o que se deu por encerrada a cerimónia em clima de festejo.

Texto: Isabel de Almeida e Miguel Garcia [Nova Gazeta/Diário do Distrito]
Fotos: Diário Imagem/Diário do Distrito

Sem comentários:

Publicar um comentário