segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

"ENTRE MONSTROS E DRAGÕES" - LANÇAMENTO NO PASSADO DIA 15 DEZEMBRO





Tudo começa com uma folha em branco.

Mas a verdade é que a fantasia faz parte do nosso subconsciente e o motivo que nos leva a ler ou escrever fantasia pode ser um escape para nos alhearmos da realidade que nos rodeia ou simplesmente por gostarmos de nos sentir vivos como se fossemos mais uma personagem de uma aventura que nos faz vibrar a cada página e nos deixa um vazio quando acaba.

Se Luís de Camões n’ “Os Lusíadas” nos cantos IX e X na “Ilha dos Amores” utiliza a mitologia greco-romana para descrever a intervenção dos Deuses, Vénus, o Cúpido e as Nereidas ou Ninfas, só para citar alguns, porque não podemos nós ansiar ser beijadas por um vampiro, amadas por um lobisomem, transportadas no dorso de um Dragão para lá das estrelas, viver rodeados de Bruxas, Fadas, Elfos, almas antigas. 

A verdade é que podemos!

Mas e se em vez de vivermos estas aventuras somente através dos livros de autores estrangeiros porque não dar uma hipótese aos nacionais? Em vez de darem primazia a nomes conceituados como J.K.Rowling ou Robin Hobb, experimentem ler R.C. Vicente, Vanessa Lourenço, Anita dos Santos, Ana Kandsmar, Helder Martins entre tantos outros, acredito que se surpreenderão.


“O Homem sonha, a Obra nasce.” Fernando Pessoa não chegou a conhecer o potencial de R.C. Vicente, mas felizmente Gonçalo Martins, CEO da Chiado Grupo Editorial soube e no passado sábado dia 15 de Dezembro de 2018, o I tomo de “Entre Monstros e Dragões” surgiu perante uma casa cheia no Clube Literário da Chiado Editora e uma plateia ávida de ver o resultado final, de ter o privilégio de adquirir um exemplar, ler os diversos contos, todos tão diferentes, mas principalmente admirarem a capa que R.C. Vicente conseguiu transformar numa obra de arte.

R.C. Vicente com este livro conseguiu alcançar as estrelas montada no dorso de um dos seus Dragões munida de destreza, ousadia, coragem, tudo capacidades de quem tem um coração de fogo.

“Entre Monstros e Dragões” conta na sua maioria com contos de anónimos, mas potenciais autores de fantasia escrita em Português que continua a ser a mais bela língua do mundo.


Do número elevado de contos somente trinta e um foram aceites para este I tomo, dezoito deles de mulheres, o que nos faz acreditar que a fantasia em Portugal escrita em português é possível devido ao sacrifício pessoal e à luta diária das autoras portuguesas deste género que continuam a desbravar diariamente os mais difíceis obstáculos com que se deparam. Que sejam elas as pioneiras desta mudança.

Mas “Entre Monstros e Dragões” é muito mais do que folhas soltas, nele encontramos títulos
apelativos como: “Aprendiz de Bash’Aye”, “A Sétima Filha”, “Espelho ao Luar”, “Arde em MIM”, “Água na Madrugada”, “Olhos de Sangue de Dragão”, “Irmã”, “A Chave Ardente”, só para citar alguns.

Além dos merecidos agradecimentos à Chiado Editora por ter permitido que a obra acontecesse, e à R.C. Vicente simplesmente por ser grande e uma promissora autora de fantasia com a sua saga das “Crónicas de Amindrius, Bérnia e Efendes” do qual recomendo lerem “O Ressurgir dos Eternos Titãs”, julgo ser necessário agradecer a cada um dos anónimos que permitiram com a sua qualidade e imaginação que o sonho se tornasse realidade deixo-vos aqui o nome de todos com a esperança que comprem o livro e comprovem que tudo o que vos digo é a realidade da “fantasia” que vive em cada um de nós.

Espero sinceramente que num futuro próximo se lembrem destes nomes sem se esquecerem que tudo começou com uma folha em branco e os anónimos passaram a autores são eles: Afonso Azevedo, Alexandra Lopes, Alina Dobrovolska, Ana Cláudia Dâmaso, Ana Luísa Matos, António Costeira, Célia Maria, Daniel de Freitas Guido, Filipa Carujo, Francisco Ramalheira, Gabriela Simões, G.L. Durão, Helder Martins, Iria Alexandra Cardoso, João Matias, Jorge Guimarães, Maria Meireles, Mariza Martins, MBarreto Condado, Milene Simão, P.H. Daragh, Patrícia Ferreira, Pedro Beckett, R.R. Baltazar, Rafaela Costa, Rodrigo Manhita, Romulo Felippe, Sara Baptista, Tânia Dias, Tânia Gama, Tiago Monteiro.





Texto: MBarreto Condado

Sem comentários:

Publicar um comentário