sábado, 2 de janeiro de 2021

CHAMADA PARA O MORTO NAS LIVRARIAS EM MARÇO DE 2021

 A Dom Quixote tem o prazer de anunciar a publicação de Chamada para o Morto, o primeiro livro de John le Carré, que chega às livrarias em Março de 2021. Publicado pela primeira vez em 1961, esta edição tem a particularidade de incluir uma nova introdução do autor, escrita já em 2020, pouco antes do desaparecimento de le Carré, propositadamente para assinalar a passagem dos 60 anos deste livro. Traduzido, uma vez mais, por José Teixeira de Aguilar, é através das páginas de Chamada para o Morto que John le Carré apresenta e dá a conhecer ao leitor esse inquietante e inesquecível personagem, George Smiley, sem dúvida alguma um dos mais carismáticos da história da literatura inglesa e que viria, depois, a ser protagonista de várias outras famosas narrativas do escritor britânico.

Tal como acontece com grande parte da obra de John le Carré, também Chamada para o Morto foi adaptado ao cinema, com o título The Deadly Affair (1996), realizado por Sidney Lumet e com as interpretações, entre outras, de James MasonMaximilian SchellSimone Signoret e Harriet Andersson.

Em Chamada para o Morto, o funcionário público Samuel Fennan é vítima de um aparente suicídio. Quando Smiley percebe que Maston, o chefe do Circus, está a tentar culpabilizá-lo por essa morte, desencadeia uma investigação por sua conta, procurando a viúva de Fennan a fim de averiguar o que o teria levado a semelhante acto desesperado. Nesse mesmo dia em que Smiley é afastado da investigação, recebe uma carta urgente do falecido. Será que os alemães de Leste — e os seus agentes — sabem mais sobre a morte daquele homem do que o Circus anteriormente imaginava?

John le Carré, que faleceu no passado dia 13 de Dezembro, nasceu em 1931. Completados os estudos nas universidades de Berna e Oxford, foi professor em Eton antes de trabalhar nos serviços de informações britânicos durante a Guerra Fria. Em 1960 foi transferido para o MI6, o serviço de informações estrangeiras, tendo operado sob a capa de “segundo secretário” na embaixada britânica em Bona.
Foi durante esse período que descobriu a paixão pela escrita, publicando Chamada para o Morto em 1961 e Um Assassínio de Qualidade em 1962, antes de escrever aquele que é considerado um dos grandes romances do século XX, O Espião que Saiu do Frio. Com este romance a sua carreira estava lançada, e em 1964 abandonou o serviço para se dedicar inteiramente à escrita.
Em 1979A Toupeira foi adaptado pela BBC TV como série de sete episódios, com Alec Guinness como protagonista. A BBC adaptou posteriormente A Gente de Smiley para televisão, em 1982, também com Alec Guinness no papel de George Smiley.

Vários romances de le Carré foram adaptados ao cinema, entre os quais, A Casa da RússiaO Alfaiate do Panamá, O Fiel Jardineiro, Um Homem Muito Procurado e A Toupeira.

Sem comentários:

Publicar um comentário