sábado, 8 de setembro de 2018

CRÍTICA LITERÁRIA | " As Irmãs - As irmãs Albright - Série Completa, de Jess Michaels - " Emoções Proibidas"| QUINTA ESSÊNCIA


Texto e Foto: Isabel de Almeida |

Crítica Literária | Jornalista


   Emoções Proibidas corresponde ao primeiro romance erótico da Série das Irmãs Albright, da autoria de Jess Michaels, inicialmente publicado em volume autónomo em Junho de 2013, numa edição requintada com um laço de seda vermelho, integra, com mais três romances, a série familiar protagonizada pelas irmãs Albright.

  Tratando-se de romances bastante procurados pelo público feminino que gosta de uma trama erótica com cenário noutras épocas, e atento o facto de já não ser fácil encontrar no mercado alguns dos volumes da série, a Chancela Quinta Essência, do grupo LeYa optou por lançar este ano toda a colectânea num único volume sob o título as irmãs, que numa edição extremamente elegante, permite satisfazer coleccionadores, ou satisfazer as leitoras que tenham em falta algum dos livros da série.

Com vista a dar aos nossos leitores uma crítica detalhada de cada uma das histórias, iremos dividir em quatro artigos esta recensão crítica, sendo cada artigo dedicado a um dos quatro romances.


  Começamos pelo primeiro título - Emoções Proibidas. Trata-se de um romance erótico na sua verdadeira essência, com cenário histórico na Inglaterra do Século XIX, o que contribui para embelezar e enriquecer a trama com os sempre deliciosos detalhes sociais da época em apreço.

   Como protagonista feminina iremos encontrar Miranda Albright, a mais velha das irmãs, que vê a sua família caminhar a passos largos para a ruína financeira, devido às dívidas de jogo, e à vida de excessos levada pelo seu falecido pai. Miranda luta para manter uma gestão racional das finanças familiares, enfrentando a atitude crítica e gastadora da mãe, a arrogante e arrivista Dorthea Albright, ainda habituada à vida luxuosa e acima das reais possibilidades que o falecido marido proporcionava ao clã, à custa de dívidas pesadas.

   Miranda revela uma personalidade forte, decidida e apaixonada, é uma mulher algo independente, que se atreve a, no seu íntimo, ousar vivenciar a sua sensualidade e sexualidade em pleno, sem tabus, embora à luz dos rígidos princípios morais em que foi criada, se sinta por vezes culpada pelos seus desejos e sensações mais secretos.

   Durante anos Miranda teve um passatempo bastante atrevido, espiar os escaldantes encontros amorosos do seu libertino Vizinho - Ethan Hamon, o Conde de Rothschild, habituado a satisfazer um vasto leque de amantes nos campos da propriedade vizinha à da família Albright.

   Entre o receio, o desejo, a excitação e a fantasia, Miranda decide salvar a família da ruína, trocando a sua inocência pelo apoio financeiro às épocas das irmãs Penélope e Beatrice a prestar pelo seu perverso e atraente vizinho, com o qual secretamente fantasiou desde muito jovem.

   Ethan aceita a proposta da jovem, acreditando que vai conseguir subjugar  e dominar Miranda, num complexo jogo erótico, consentido mas arriscado para a jovem dama, que pode deitar a perder , a todo o momento o seu bom nome e o da sua família, num acto de coragem ousada que pode ser tudo ou nada.

    A pretexto de uma ausência legítima, Miranda irá descobrir, na vertente física, todas as sensações e emoções com que sempre fantasiava ao espiar Ethan.

   Com descrições bastante explicitas de cenas de natureza sexual, que abarcam a maior parte das páginas do livro, ainda assim, Jess Michaels sabe permear esta componente com a vertente emocional que começa a despertar entre os dois protagonistas.

    Entretanto, a arriscada combinação de Miranda e Ethan vai mesmo abalar a cumplicidade que esta mantinha com a irmã Penelope, o que poderá deitar a perder o plano de Miranda e a honra da família.
     Ethan é um homem marcado pelo fantasma do pai, que viciado nos prazeres da carne, levava uma vida dissoluta, desrespeitando o casamento com numerosas infidelidades, pelo que nega a si mesmo a hipótese de alcançar a felicidade, rejeitando vínculos emocionais e a hipótese de um casamento por amor que garanta um herdeiro para o título nobiliárquico que possui. 

    Serão Miranda e Ethan fortes o bastante para vencer os obstáculos que lhes cabe enfrentar? Saberão dosear na medida certa o desejo avassalador que os preenche, a paixão que nasce entre ambos e o perigo do julgamento social e familiar?

   Verdadeiramente escaldante, emotivo, com personagens fortes envolvidas em sólidos contextos sociais e familiares, numa linguagem explícita, mas fluído e elegante, é um romance que agradará aos apreciadores do género erótico com fundo histórico, um verdadeiro hino aos cinco sentidos, e que não deixa de lado o romantismo. Jess Michaels sabe como agarrar as leitoras às páginas deste livro!

   Um história viciante, que fará as delícias das fãs do romance sensual de época!

Ficha Técnica da Obra:

Título: As Irmãs

Autora: Jess Michaels

Série: As irmãs Albright (agora editada numa colectânea num volume único)


Edição: Março de 2018

Páginas: 752 (obra completa)

Género: Romance erótico de época

Classificação: 5/5 estrelas



Sem comentários:

Publicar um comentário