sábado, 13 de outubro de 2018

LITERATURA | Estranhezas de Maria Teresa Horta | DOM QUIXOTE (Poesia)


Nas livrarias a 23 de Outubro

Sem iludir (como nos demais livros não-temáticos) uma unidade essencial, Estranhezas desdobra-se por sete capítulos que não encobrem uma continuidade quase vital: No Espelho, Paixão, Da Beleza, Alteridades, Tumulto, Ferocidades e À Beira do Abismo.

É que se o eu horteano está bem patente no primeiro, segundo e últimos capítulos, os outros e outras de Alteridades, Tumulto e Ferocidades são magníficos desenhos traçados pela mesma mão que escreveu os primeiros.

Tudo isto sob o signo da asa. Que a capa de Dürer bem afirma, e o poema A Asa, da contracapa, explana, numa poderosa manifestação do talento de Maria Teresa Horta.


Sem comentários:

Publicar um comentário