quinta-feira, 27 de agosto de 2020

O Olhar que me Persegue, de Helene Flood / Editora Dom Quixote - Tradução de Ricardo Gonçalves

Nas livrarias a 31 de Agosto




Sara está na flor da idade, tem trinta e poucos anos, é casada com Sigurd, um arquiteto igualmente jovem e ambicioso, sócio de um ateliê, sempre assoberbado de trabalho.

Sara é psicóloga e trabalha por conta própria num consultório instalado no anexo da casa onde vivem, e que andam a remodelar depois de a terem herdado do avô de Sigurd.

A maior parte dos seus pacientes são jovens problemáticos, mas não tem tantos como desejaria para equilibrar o orçamento familiar e, na maior parte dos dias, sente-se sozinha e entediada naquela grande casa em obras.

Porém, nada a podia fazer adivinhar o que a esperava: um belo dia, depois de lhe ter deixado uma mensagem amorosa no atendedor de chamadas, Sigurd desaparece. À medida que os terríveis acontecimentos se vão desenrolando, Sara sente-se quase incapaz de gerir tanto a sua vida como os seus pensamentos. Será que pode confiar na sua memória? Será que ela, perita em interpretar as emoções de terceiros, consegue realmente perceber as suas próprias? Será que é vítima do destino ou culpada pelo que ele lhe trouxe? 


Sem comentários:

Publicar um comentário