terça-feira, 19 de abril de 2016

[Sociedade] APAV em instalações cedidas pela Câmara Municipal de Setúbal

 Foto Direitos Reservados Câmara Municipal de Setúbal
O gabinete de Setúbal da APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, encontra-se a funcionar, desde hoje, em instalações para o efeito cedidas pela Câmara Municipal da cidade Sadina, ao abrigo de Protocolo formalizado nesse mesmo sentido.

Conforme referiu Maria das Dores Meira, Presidente da Câmara Municipal de Setúbal “Este é um acto simples mas, como sempre, são estes atos que têm maior significado pelo que permitem fazer e acontecer” aquando da formalização do Protocolo de cedência de instalações por um período de três anos. 

As instalações cedidas pelo Município de Setúbal situam-se na Praça do Brasil, em piso térreo que foi objecto de renovação e adaptação tendo em conta as necessidades da APAV, dispondo de duas salas, uma delas terá por destino o atendimento, e outra será utilizada pelas equipas de voluntários e ainda para a realização de outras acções de trabalho.

Maria das Dores Meira teve oportunidade de destacar que o apoio concedido pela autarquia à APAV engloba os encargos inerentes ao funcionamento das instalações cedidas, tendo ainda agradecido e evidenciado “o trabalho de uma instituição particular de solidariedade social numa área manifestamente complexa como é o apoio a vítimas de crimes”.

 Por sua vez, João Lázaro, Presidente da APAV, assinalou que, com o protocolo de colaboração formalizado com o Município de Setúbal, foi possível garantir “a manutenção do gabinete, um dos mais antigos da instituição, em Setúbal”, que agora conta “com condignas condições de trabalho”.

No decurso da cerimónia oficial de formalização do Protocolo, a qual faz parte integrante das comemorações do 156º aniversário da Elevação de Setúbal a Cidade, João Lázaro mencionou que a APAV deverá ser vista “como um veículo para ser utilizado” e que se revela “uma peça fundamental na política de intervenção social”.

 Entre as missões mais relevantes da APAV conta-se: a promoção da protecção e do apoio a vítimas de infracções penais, em especial às mais carenciadas, nomeadamente através da informação, do atendimento personalizado e encaminhamento, do apoio moral, social, jurídico, psicológico e económico.

“Eis o que estas instalações ajudam a promover, apoio que se estende à realização de investigação e estudos sobre os problemas da vítima, para a mais adequada satisfação de interesses e a participação em programas, projetos e ações de informação e sensibilização da opinião pública” consoante destacou Maria das Dores Meira, a qual sublinhou ainda o orgulho em apoiar esta missão “Sentimos que assim somos parte de algo verdadeiramente importante para os que são vítimas de violência, para os que, indefesos e fragilizados, são incapazes de vencer os enormes problemas que estas situações provocam.”

O acto  público desta manhã, envolveu a participação de  elementos do Executivo municipal, a da Directora do Centro Distrital de Setúbal da Segurança Social - Natividade Coelho, do Presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião - Nuno Costa, e de representantes da PSP, GNR e Tribunal de Setúbal, tendo também incluído uma visita às novas instalações da APAV.

Texto: Isabel de Almeida/Nova Gazeta
Fonte: Câmara Municipal de Setúbal
Foto: Direitos Reservados Câmara Municipal de Setúbal

Sem comentários:

Publicar um comentário