segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

TELEVISÃO | Canal História estreia documentário que lança novas pistas sobre o rasto de Amelia Earhart


Texto: Isabel de Almeida | Jornalista Diario do Distrito

Colaboradora: Nova Gazeta

Fotos: Atrevia | Direitos Reservados


No próximo dia 16 de Dezembro, pelas 22 horas e 45 minutos, o Canal História estreia o documentário O Último Voo de Amelia Earheart, que promete desvendar novas pistas sobre um dos grandes mistérios da história contemporânea: o que aconteceu à aviadora Amelia Earheart e ao seu piloto Fred Noonan, ambos misteriosamente desaparecidos sem deixar rasto a 2 de Julho de 1937 ?

O surgimento de novas pistas de investigação histórica parece indicar uma revelação deveras surpreendente, tratando-se de uma teoria ainda a provar em definitivo, mas que, a confirmar-se, seria chocante: Amelia Earhart e Fred Noonan poderão ter capturados vivos pelos Japoneses, este facto seria do conhecimento do governo Norte-Americano, que tendo conhecimento desta informação terá optado por manter a mesma em segredo.

Shawn Henry, O antigo agente do FBI Shawn Henry investigou as provas que apontam no sentido da hipótese de Amelia Earhart ter logrado sobreviver ao seu último voo. Les Kinney, Agente Federal reformado, verificou os National Archives à procura de registos respeitantes ao caso Earhart e descobriu uma fotografia do Office of Naval Intelligence (ONI) que os investigadores creêm mostrar Earhart e Noonan vivos num porto das Ilhas Marshall após terem desaparecido. A foto também revela um navio Japonês a rebocar um avião que poderá ser o Electra de Amelia Earhart.

Neste documentário também teremos a oportunidade de ficar a conhecer a última testemunha viva que assegura ter reconhecido  Earhart após o desaparecimento da mesma.

Fonte: Cision4Journalists


Sem comentários:

Publicar um comentário