segunda-feira, 22 de junho de 2020

ESPAÇO PSY |Tudo ficará bem... Liberte-se do medo, saia do caos, diga não ao desespero!, | Reliane de Carvalho



Texto: Reliane de Carvalho
Hipnose Clínica e Regressiva

Foto: D.R.

O mundo pede o silêncio da esperança... E o nosso coração pede o refúgio da paz. Feliz daquele que acredita mais na luz da vitória do que no desespero da derrota...

"Sejamos a voz da certeza de que tudo ficará bem, porquê a dúvida dilacera o nosso coração e leva-nos ao pior abismo que podemos ir, o do medo, o do terror, o da prisão dentro da ansiedade na nossa mente"...

Sim, foi um vírus que veio e teve o poder de estremecer o mundo, foi um vírus que veio e teve o poder de nos fazer temer, foi um vírus que veio o nos tirou do conforto de nossas vidas, adiou muitos de nossos projetos, adiou a realização de sonhos, e levou-nos ao arremesso da dor, da tristeza, da lamentação.

Agora a maior conclusão de que podemos chegar é o que vamos fazer com tudo isso: Ficar presos ao destroço desta tempestade que assola a nossa realidade ou seguirmos confiantes, em esperança, crentes de que logo tudo isso vai passar e que temos dentro de cada um de nós capacidade para tudo transpor? Para pegar cada tijolo de dificuldade gerado e reconstruir? Por que estamos a acreditar na perda antes mesmo de acreditar que unidos vamos ser capazes de reconstruir? Porquê estamos já presos a energia de morte enquanto a vida ainda habita dentro de nós e gratos deveríamos estar porquê não fomos um destes viajantes que este vírus levou, para talvez algo forte nos ensinar? Porquê somos muitas vezes inaptos a realizar a crença positiva e ficamos presos a dor, as lamentações, aos murmúrios, ao terror?

Sejamos força de construção, sejamos a certeza de que vamos conseguir vencer, sejamos a energia do amor, sejamos a luz da esperança, porquê se cada um de nós acreditar que tudo ficará um caos, já estamos a construir no hoje o caos que tememos no amanhã. Deixemos nós para viver a dor quando ela chegar. O que importa é o agora, o que importa é cada um de nós fazermos a nossa parte para que tudo fique bem, para nos protegermos e protegermos quem a nossa volta está. Sejamos cada um de nós a força motriz da crença positiva, porquê quem fica preso ao medo, as dores, as lamentações, está a viver a pior morte que pode existir que é a morte em vida...

E quando tudo isso passar, talvez possamos acreditar, que aquilo que não nos mata, fortalece-nos, ensina-nos, reconstrói, e feliz de cada um de nós que poderá ficar para depois testemunhar que no passado vivemos sim momentos difíceis, mas ricos o suficiente para nos ensinar a sermos seres humanos mais fortes, mais conscientes, mais solidários, e acima de tudo, mais otimistas...

Porquê aquele que não acredita na vida, que não vive a vida e o que é positivo, está com medo de que morte? Qual é a pior morte? Para mim é a morte em vida, aquela que não vê luz no caminho que só se atém a escuridão da crítica, da culpa do outro, da responsabilização. Aquela que vive a escuridão da incerteza, aquela que vive o peso das lamentações, aquela que vive a tristeza de constantes desilusões, aquela que chora, lamenta, reclama e não é capaz de agradecer. Aquela que vive a sombra do medo ao invés de viver a força da verdade. Aquela que vive no amanhã sem pensar no hoje, sem sentir o hoje, sem fazer a sua parte para si, para o outro, para a vida... O que é a morte, se não o jogar fora a nossa grande oportunidade de crescimento para a partir do gerenciamento de cada uma de nossas emoções, que nos permite ter a transformação de que necessitamos para a nossa alma evoluir? Pensemos nisso, talvez o pior vírus que possa existir é a prisão que impomos a nós mesmos, quando estamos com medo de lutarmos pelas nossas transformações pessoais. E assim vamos seguindo, a viver a morte sem sentir a vida que é viver em consciência, em plena sintonia com a nossa alma, com a nossa verdadeira essência de amor, em plena sintonia com o nosso "Eu superior"...


Visite o Site da Dra. Reliane de Carvalho:



Sem comentários:

Publicar um comentário