sexta-feira, 25 de agosto de 2017

ESCAPADINHAS | Caminhando entre Gaios e Rosários (Moita)

Caminhando entre Gaios e Rosários (Moita)


5€
EVENTO: Caminhando entre Gaios e Rosários (Moita)

DATA DE REALIZAÇÃO: 26 de Agosto de 2017

DESCRIÇÃO DO EVENTO:

Programa

Esta proposta de Caminhada tem inicio junto ao Cais da Moita, e percorre a partir daí a bonita baía da Moita, com a sua magnífica envolvente, e o espelho de água, com as embarcações de pesca e de recreio, a dar um colorido único a este enquadramento. Percorreremos algumas das ruas da moita, passando pelo Jardim Municipal, antes de rumar a uma zona mais rural, onde se pode avistar ao longe o estuário do Tejo, e a cidade de Lisboa. Depois descemos para a zona ribeirinha, e no regresso passamos pela Praia do Gaio-Rosário, e num percurso sempre à beira-rio, chegamos ao nosso de partida, com passagem pelas antigas salinas.  Mais um evento a não perder!

Alguns dos pontos de interesse da nossa caminhada:

- Cais da Moita e zona ribeirinha
- Ruas do núcleo urbano da Moita
- Parque Municipal da Moita
- Moinhos
- Praia do Rosário
- Ermida de Nossa Senhora do Rosário
- Pátio do Rosário e Coreto
- Praia Fluvial do Gaio-Rosário
- Parque de Merendas
- Jardim do Gaio
- Salinas (Sítio das Marinhas)
- Paisagens naturais

O Cais da Moita:

O Cais da Moita desempenhou, ao longo de séculos, um papel de grande relevância. O movimento fluvial de e para Lisboa, com mercadorias ou com passageiros, atribuiu a este ancoradouro uma grande importância económica e social. Durante séculos, o Cais foi o coração da vila da Moita. Toda a vida gravitava em seu torno. Era a grande porta para o exterior.

Aqui chegavam viajantes, carroças e carretas de bois carregadas de produtos, a fim de tomarem a carreira do barco para a cidade de Lisboa. Devido a toda essa movimentação diária de passageiros e mercadorias, cujo aumento se verificou a partir do século XVII, o cais transformou-se num verdadeiro posto de trabalho, onde um grande número de homens desempenhavam as tarefas de carregadores, vivendo das necessidades dos carregamentos que cada maré permitia efetuar.

Sítio das Marinhas:

Entre Sarilhos Pequenos e Alhos Vedros, vários são locais onde são ainda visíveis os restos de antigas salinas, junto aos sapais e outras zonas naturalizadas. Destacamos, pela sua acessibilidade, a zona da antiga Quinta do Esteiro Furado, para ver da estrada municipal entre Sarilhos e Rosário (trata-se de propriedade particular) e as antigas salinas junto à estrada entre o Gaio e a Moita, à chegada a esta vila.

Entre as várias espécies de aves aquáticas que aqui se podem observar, contam-se os flamingos, visíveis durante quase todo o ano na baixa-mar (com mais facilidade, na Caldeira da Moita), sobretudo a partir do fim do Verão até ao Inverno, época em que o Tejo chega a albergar vários milhares de indivíduos dispersos por todo o estuário.

LOCAL E HORA DO ENCONTRO: Parque de estacionamento junto à Câmara Municipal da Moita

Latitude:  38°39\'12.81"N
Longitude:     8°59\'40.45"W
Av. Marginal da Moita

Hora do Encontro: 9h20m
Hora prevista para final: 13h45

Distância a percorrer: 15 kms

Nível de Dificuldade: 2+

Equipamento:

- Calçado adequado,
- Roupa adequada para caminhadas
- Levar 1,5l de água
- Chapéu

Valor da inscrição: 5€ - Por TB para o IBAN: PT 50.0036.0442.99106000403.46.

AS INSCRIÇÕES SÃO EFECTUADAS EM WWW.CAMINHANDO.PT ATRAVÉS DO FORMULÁRIO DE RESERVA. OBRIGADO

Observações: Só as inscrições efectuadas até às 16h30 do dia anterior à data de realização do evento permitem a activação do Seguro de Acidentes Pessoais


Sem comentários:

Publicar um comentário