quarta-feira, 18 de setembro de 2019

SETEMBRO / NOVIDADES LITERÁRIAS DOM QUIXOTE


Livro vencedor do National Book Award.
Nas livrarias a 30 de Setembro

Augustus
de
John Williams
Tradução de Ana Saldanha






















É um idílico fim de dia. Em Apolónia, Octávio goza com os amigos a calma que precede a tempestade. Porque em breve chegará um emissário de Roma – Júlio César foi assassinado.

Octávio tem 19 anos. Frágil, enfermiço, lê a carta e afasta-se. Carre­ga o peso de um nome, o de César, que em testamento fez dele herdeiro e sucessor. A partir de agora, o jovem que um dia será aclamado Impe­rador Augusto tem os senadores romanos como inimigos mortais.

A notícia da morte de César é-nos narrada no diário de um dos seus amigos. É apenas um fragmento da História, ao qual John Williams, com a minúcia de um artífice, junta outros: cartas, biografias, memórias ou até éditos de personagens como Marco António, Cleópatra, Cícero ou Estrabão. Lentamente o retrato ganha contornos, ilumina-se. Sem nunca ouvirmos as palavras de Octávio – essas estão reservadas para o fim do romance –, assistimos à criação do mito.


Sem comentários:

Publicar um comentário