terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

LUA DO SANGUE, IRMANDADE DA CRUZ


"Já não sabia quem suplicava, perdido nas mãos e na boca dela. Podia morrer naquele momento, nos seus braços, morreria feliz."

Sem comentários:

Publicar um comentário