sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

FELIZ ANO 2020, de MBarreto Condado
















Está decidido! 

Vou subir a fasquia.

A partir do próximo ano, quero mais de trinta e três mil pessoas a correrem para as livrarias e para as salas de cinema de todo o mundo para assistirem aos lançamentos e posteriores estreias dos meus filmes.

Como decisão de Ano Novo, vou colocar mais tons de cinza em tudo o que escrevo. Aos mais susceptíveis peço desde já que me perdoem, mas os meus livros vão ser um deboche de sexo, vícios, sadismo, multimilionários, beleza, acção, intriga, mortes e alguma ausência de cérebro (afinal existem tantos exemplos à minha volta e eu detesto desperdiçar bom material de escrita).  

Por todos estes motivos neste novo ano a cada badalada e ao esforço descomunal que faço para comer as malditas passas, os meus desejos serão (não sei se os devia manter em segredo para se realizarem…logo se vê):

1º - Que estes desejos se apliquem na mesma medida aos seguintes colegas de percurso: Maktub, Flaps, Clarabela, Maléfica, Eragon, Fiona, Simba e Rapunzel;

2º - O Euromilhões (não deixa de ser uma opção);

3º - Um Chef com bons abdominais para que a comida não perca a textura;

4º - Um Jardineiro com excelentes bíceps para que tenha força para aparar a relva e podar as árvores;

5º - Um poço com Crocodilos treinados, à volta do terreno para que a um sinal meu impeçam a aproximação de almas penadas;

6º - Que os caçadores continuem a vir aos dias autorizados, mas em vez de armas tragam comida e água fresca para os animais;

7º - O Euromilhões (continua a ser uma opção);

8º - Lenhadores para retirarem todos os eucaliptos e colocarem florestas de Sobreiros, Castanheiros, Oliveiras, Carvalhos, Freixos, Choupos, Ulmeiros e muitas Árvores de Frutos;

9º - Que as Processionárias e as Vespas Velutinas se matem numa luta impiedosa sem sobreviventes destas duas espécies;

10º - Três guarda-costas para afastarem os mirones, mas principalmente os Paparazzi;

11º - O Euromilhões (ainda não deixou de ser a melhor hipótese);

12º - Conseguir engolir a última passa sem ter que voltar a ver a primeira.

Que o próximo ano vos traga o que desejam, a menos que tenham sido umas bestas, nesse caso em vez de comerem as malditas passas recomendo que passem as badaladas como nos anos anteriores bêbados.  

Sem comentários:

Publicar um comentário