terça-feira, 1 de março de 2016

[Beleza - Cosmética] Batons líquidos: a nova loucura da indústria cosmética



A industria de cosmética esta constantemente a reinventar-se à procura de novos produtos prontos a serem consumidos por profissionais que convencem o resto do pessoal a comprar


Existem tendências que passam ao lado do consumidor mais leigo de cosmética, mas os batons líquidos são das poucas modas que a maioria das pessoas agradecem.

Por pouca maquilhagem que usemos, um batom é sempre aquele toque de cor na nossa cara que pode colocar-nos mais compostos, mais profissionais ou mais criativos. Coloca-se na carteira e passa-se nos lábios ao longo do dia para parecermos mais acordados ou simplesmente porque gostamos. Apesar de todas as vagas que a maquilhagem passou nas ultimas décadas, concordamos que é algo bastante pessoal. Há quem use maquilhagem para ir para o emprego, quem use porque simplesmente gosta ou quem ache que é uma forma de arte e experimente tudo.

Os batons líquidos são uma nova forma de tornar a nossa vida mais confortável. Por norma quando se pensa num batom num tubo com aplicador esponja pensa-se nos gloss ou brilho para lábios. Quando a empresa norte-americana Lime Crime começou os seus Velvetines o conceito foi diferente, os batons vinham num tubo igual ao gloss mas o produto era opaco. Graças às diversas cores, desde o rosa mais nude ao azul claro ou até amarelo, a marca começou a fazer furor nas redes sociais. As marcas começaram a notar que havia algo que atraía as pessoas a comprarem os batons opacos, graças à sua fórmula duradoura e que não transfere, muitas consumidoras passaram a trocar os seus batons tradicionais pelos líquidos que tinha um preço mais elevado (um batom tradicional nos E.U.A. pode custar apenas $2 ao passo que os Velvetines custam entre $18-$20). Não tardou para que todas as empresas de cosmética apostassem nos batons líquidos mate, alguns com mais sucesso que outros.

No entanto vale a pena dar mais por um produto que não se sabe se vai gostar? Após ter experimentado bastante marcas com batons líquidos, diria que a fórmula não é para todo o tipo de lábios. Por norma o consumidor regular usa um batom mais para o hidratante e depois tira com uma toalhita de removedor de maquilhagem. Com os batons líquidos poucos têm uma fórmula hidratante, são especialmente bastante secos. Aconselha-se a exfoliar os lábios pelo menos uma vez por semana (dependendo da hidratação) e um bálsamo para os lábios. No entanto as maiores vantagens são a duração. Muitos batons líquidos duram mais do que os normais, dependendo da quantidade de refeições ou bebidas consumidas durante o dia. Enquanto um batom da Kiko dos mais baratos (3,40€) dura pelo menos quatro horas, o batom líquido deles (6,40€) dura dez horas. É uma diferença significativa para quem não gosta de estar a reaplicar o batom durante o dia ou pelo menos para festas/casamentos.

Outra vantagem é não transferir. Quantos de nós detestamos que o nosso batom fique na chávena ou quando damos um beijo a alguém e a marca do batom fica ali como cola e depois é difícil de remover. Com os batons líquidos isso não acontece. Coloca-se o batom e mal ele seca na totalidade e tem o aspecto opaco, pode experimentar encostar os lábios à mão que vai ver que não deixa marca. Contudo a maioria dos batons líquidos quando em contacto com óleos perde a potência e começa a transferir e a sair ainda que com menos rapidez que o batom tradicional.

A selecção de cores é outra vantagem que poucas pessoas consideram. As marcas mais caras costumam ter cores mais berrantes e atraentes a quem quer arriscar, ao passo que as marcas mais em conta apostam nos vermelhos, rosas e nudes rosados, ocasionalmente um bordeaux mais arrojado, que fica maravilhoso em peles mais claras. Contudo não vemos muitas cores como preto, cinzento ou variações de cores opacas mais fora do comum. Com os batons líquidos, as marcas até mais em conta como NYX e L.A. Girl apostaram na diferença. Desde os azul mais berrante ao azul mais discreto misturado com cinzento, ao roxo mais néon. Outras marcas mais caras como L.A. Splash apostaram no verde e nas cores mais claras.

Em Portugal ainda se vê poucas marcas com batons líquidos opacos, entre elas a Kiko (6,90€), MAC (24,5€), Sephora (12/13€) e H&M (7,99€). Os batons líquidos da Maybelline não são opacos e transferem como um batom normal, tal como os da Essence e Catrice. Contudo, basta fazer umas compras numa loja online como Maquillalia ou Feelunique que são algumas que oferecem portes gratuitos acima e de 20€ ou 15€. Na Maquillalia os produtos são mais de “supermercado” americano como L.A. Girl, NYX, L.A. Splash, The Balm, Milani (e é espanhola) ao passo que a FeelUnique é do Reino Unido e tem marcas mais em conta e mais caras (como Bare Minerals, Stila, Rimmel, Kardashian, Boujoirs, Giorgio Armani, etc).

A nível de preço para testar, os da Kiko são bastante mais apelativos, visto que o batom líquido vem ainda com uma parte de brilho para aquelas pessoas que não se sentirem confortável com um batom tão opaco. Se gostarem de batons líquidos mas com brilho, os batons da Essence e Catrice têm um preço me conta.

Esperemos por mais lançamentos no mercado nacional a esta nova moda.

Todas as imagens foram retiradas dos sites oficiais dos produtos.

Texto: Ana Filipa Ferreira

Sem comentários:

Publicar um comentário