terça-feira, 8 de março de 2016

[ Desporto - Futebol] Período de descontos



Quando faltam apenas 9 jornadas para o final da Liga NOS 2015/16, eis que o Benfica alcança a liderança pela primeira vez desde a última jornada da temporada passada



E tão importante como a ultrapassagem ao rival de Lisboa, a vitória no derby deste sábado fez com que o clube da Luz tenha retirado ao Sporting, pelo menos para já, a possibilidade de depender apenas de si para alcançar o título nacional. Neste momento apenas o Benfica tem essa vantagem sobre os dois rivais directos, com a vantagem de Sporting e Porto ainda terem de discutir pontos, na antepenúltima ronda.
 
DESTAQUE

Mas vamos ao jogo de Alvalade. Vitória do Benfica por 1-0, com o golo a ser obtido relativamente cedo pelo grego Mitroglou, aos 20 minutos, fruto de uma entrada em jogo globalmente mais consistente do clube visitante. Após o golo, a tendência do jogo alterou-se naturalmente, com o Sporting a prevalecer ofensivamente sobre o adversário, na busca do empate, que podia ter ocorrido a 5 minutos do intervalo, através de remate de Jefferson fora da área à trave de Ederson.

Na segunda parte, destaque para duas perdidas por parte de Ruiz, que em alta competição se pagam caro. Nota positiva para Lindelöf, pela exibição durante toda a partida, evitando males maiores para a sua baliza, fazendo esquecer a ausência de Lisandro e, sobretudo, a de Luisão. Sobre a arbitragem de Artur Soares Dias, apenas a apontar o julgamento da falta aos 84 minutos de Renato Sanches sobre Bryan Ruiz, ao não ter punido o jogador encarnado com vermelho directo.

No final da partida, Rui Vitória saboreou naturalmente o triunfo, reconhecendo a sua importância perante o resto do caminho que ainda falta percorrer. Jorge Jesus, curiosamente, fez uma análise semelhante à que Rui Vitória terá feito aquando da derrota em casa perante o Porto, há menos de um mês, dizendo que se o empate seria injusto para o Sporting, a derrota ainda mais terá sido, perante o caudal ofensivo e as oportunidades de golo falhadas pelos seus jogadores. Mas na realidade crua dos golos, o Benfica foi, de facto, superior.

LIGA NOS

Também bastante aguardado era o embate que opunha terceiro e quarto classificados, com o Porto a deixar-se atrasar em relação aos rivais de Lisboa, fruto da derrota por 3-1, no estádio AXA, frente ao Braga. O jogo na pedreira teve alguma polémica na primeira parte, aquando da expulsão do treinador dos Dragões – José Peseiro – mas foi na segunda parte, nomeadamente nos últimos 20 minutos, que a emoção tomou conta do encontro, com o Sporting de Braga a adiantar-se por duas vezes, não deixando o Porto sair de sua casa com qualquer ponto. Vitória, portanto, do Benfica também neste campo, pois assim vê o seu crónico rival nortenho ficar com seis pontos de desvantagem, cruciais nesta altura do campeonato.

Nos restantes jogos, destaque para as vitórias fora pela margem mínima de Arouca, Moreirense e Nacional. O Vitória de Guimarães perdeu no reduto da Académica por 2-0 e aumenta para cinco os jogos consecutivos sem vencer. Na sexta-feira, Paços de Ferreira e Marítimo já haviam empatado a duas bolas no Estádio Capital do Móvel e na noite de hoje, segunda-feira, a jornada termina com o encontro entre Rio Ave e Estoril Praia.

Classificação: 1º Benfica – 61 pts / 2º Sporting – 59 pts / 3º FC Porto – 55 pts
Melhor Marcador: 1º Jonas (Benfica) – 26 golos / 2º Slimani (Sporting) – 18 golos / 3º Mitroglou (Benfica) – 15 golos
Próxima Jornada: Sporting – Estoril (12/03 – 18:30) / FC Porto – U. Madeira (12/03 – 20:45) / Benfica – Tondela (14/03 – 20:00)

EUROPA

Aqui ao lado, em Espanha, destaque para os quatro golos marcados por Cristiano Ronaldo, na goleada de 7-1 sobre o Celta de Vigo. No entanto, a goleada dos merengues não permitiu recuperar terreno em relação aos rivais que lhe seguem à frente, pois o Barcelona ganhou no terreno do Eibar por 4-0 e o Atlético de Madrid alcançou uma importante vitória por 3-1 em casa do Valência. Os catalães seguem no comando com 72 pontos, mais 8 que o Atleti  e mais 12 que o Real Madrid.

Em Inglaterra, o Leicester voltou a triunfar fora, perante o Watford, com golo solitário de Ryad Mahrez, e beneficiou do empate a duas bolas entre Tottenham e Arsenal, segundo e terceiro classificados, respectivamente, aumentando a sua vantagem para 5 pontos sobre o Tottenham, quando faltam jogar 9 rondas até ao final.

No campeonato italiano, a Roma aplica a maior derrota até à data à Fiorentina de Paulo Sousa, por 4-1, mantendo a perseguição ao segundo classificado Nápoles e à líder Juventus, que também venceram nesta 29ª Jornada.

Na Bundesliga, o destaque natural vai para o empate sem golos do Bayern no campo do rival Borussia Dortmund, o que faz com a sua vantagem de 5 pontos que os separa no topo da tabela se mantenha.

Em França, o Mónaco não foi além de um empate a 2 bolas no terreno do Caen, pelo que o empate do PSG em casa diante do Montpellier não constituiu grande entrave à caminhada triunfal para o tetracampeonato, que está à distância de duas vitórias, com nove jornadas ainda por jogar.

Melhor do que PSG, apenas o Olympiacos de Marco Silva, que havia conquistado já na passada semana o sexto campeonato consecutivo ou, se preferirmos, o décimo oitavo em vinte temporadas, ainda com seis jornadas por jogar.

LIGA DOS CAMPEÕES / LIGA EUROPA

Na próxima quarta-feira, o Benfica irá defender em São Petersburgo a vantagem de um golo obtida na Luz perante o Zenit de Villas-Boas, na segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões. PSG no mesmo dia e Real Madrid e Wolfsburgo na véspera, irão defender as suas vantagens perante Chelsea, Roma e Gent, respectivamente.

Na Liga Europa, Sporting de Braga, único representante nacional na prova, após eliminação de Sporting e FC Porto na ronda anterior, tem encontro marcado com o Fenerbahçe (treinado por Vitor Pereira), na primeira mão dos oitavos de final da prova.

Artigo Publicado em parceria com Diário do Distrito
Texto: Pedro Carvalho
Foto: Diário Imagem

Sem comentários:

Publicar um comentário